23
Fev 09

O maior destaque foi sem dúvida a vilã Flora vivida por Patrícia Pillar que fez sucesso até na internet com versões hilárias do hit "Beijinho Doce".

 

 

 

 

 

 

 

A outra protagonista, Donatela vivida por Claudia Raia, também se destacou ao ponto de provar que Claudia não tem talento só para as personagens cómicas, encarnando desta vez uma mocinha que não se fez de coitadinha e também teve seus pecados.

Murilo Benício e os veteranos Ary Fontoura, Lília Cabral, Jackson Antunes, Suzana Faini, Milton Gonçalves, Mauro Mendonça e o casal Glória e Tarcísio mais uma vez deram um show de interpretação.

Com Halley, Cauã Reymond deu provas do seu talento em papéis dramáticos e não apenas nas personagens bad boy.

Iran Malfitano, o Orlandinho, iria fazer apenas uma pequena participação na novela, mas a sua personagem foi tão acarinhada e fez tanto sucesso que ela acabou ficando até ao fim.

Aqueles que serão sempre lembrados (além dos que estão acima):

  • Emanuelle Araújo (Manu) - a garota de programa confirmou o talento na cantora também na representação.
  • Gisele Fróes (Lorena) - passou a ser conhecida também na televisão com uma personagem que soube aproveitar.
  • Miguel Rômulo (Shiva) - inesquecível nas suas cenas dramáticas ao lado de José Mayer e Claudia Raia.
  • Genézio de Barros (Pedro) - brilhante interpretação do actor que até incutiu tiques na personagem.

Aqueles que não brilharam:

  • Ângela Vieira (Arlete) - practicamente não teve história, foi apenas "a secretária".
  • Taís Araújo (Alícia) - depois de Preta e Ellen nas outras novelas de Carneiro, Taís merecia uma personagem com mais destaque.
  • Chico Diaz (Átila) - poco aconteceu de relevante com este personagem.
  • Rosi Campos (Tuca) - outra personagem que não teve uma história para lembrar.
  • José Mayer (Augusto) - apesar do esforço do actor, o personagem não se adaptou a ele.
  • Christine Fernandes (Rita) - a actriz merecia mais destaque, coisa que não lhe têm dado na Globo.

As revelações:

  • Leonardo Medeiros (Elias)
  • Fabrício Boliveira (Didu)
  • Alexandre Nero (Vanderlei)

Depois há aqueles que sempre ficam bem, Mariana Ximenes, Deborah Secco, Paula Burlamaqui, Malvino Salvador, Cláudia Ohana, Elizângela, Helena Ranaldi e Giulia Gam.

Há uma personagem que eu não gostei: o Cassiano. Personagem chatíssimo, meloso e repetitivo.

Houveram várias críticas a Carmo Dalla Vecchia (Zé Bob) que diziam que era uma personagem demasiado importante para um actor que fez tão poucas novelas, também que ser o par romântico de Claudia Raia era muita areia para o seu camião e que o casal não tinha química. Eu não acho.


21
Fev 09

Claudia Raia, a Donatela, Patrícia Pillar, a terrível Flora, Mariana Ximenes, Lara, Carmo Dalla Vecchia, o jornalista Zé Bob, Cauã Reymond, Halley, Iran Malfitano, o Orlandinho, Deborah Secco, Céu e Thiago Rodrigues, o Cassiano escolhem as suas cenas favoritas!


03
Fev 09

Já que no fim-de-semana me adiantei um pouco na postagem dos acontecimentos da novela que nem sequer deram ontem, mas sim hoje vão dar (Donatela assombra Flora e depois aparece para ela), ficam aqui mais uns actores que se despedem do público e as reportagens que o Video Show fez no ínicio da novela.


17
Jan 09

O último capítulo de A Favorita exibido ontem no Brasil conquistou 49 pontos de audiência com picos de 53, superior a Duas Caras que obteve 47, mas inferior ao record conseguido na última quinta-feira, capítulo do casamento de Donatela e Zé que conseguiu 52 pontos, a média mais alta alcançada.

João Emanuel Carneiro está muito chateado pelo facto do final ter sido revelado à uma semana atrás. Mesmo assim ele despistou a imprensa dizendo ter escrito outro final mas na verdade não escreveu.

Depois de O DIA divulgar com exclusividade na coluna Telenotícias os finais de A Favorita, há uma semana, a TV Globo iniciou uma série de procedimentos para tentar identificar quais pessoas poderiam ter repassado a informação ao jornal.

O pedido foi feito pelo próprio autor da novela, João Emanuel Carneiro, que, irritado, durante a semana anunciou que faria mudanças no último capítulo, o que não aconteceu. Irritado, João Emanuel chegou a fazer ameaças nesta sexta-feira em entrevista à publicação.

"Nunca mais na minha vida vou dar nenhuma notícia para o jornal 'O Dia' e vou tratar também para que a empresa (TV Globo) não mais se relacione com esse jornal por ter publicado isso", disse o novelista. No período de exibição de sua obra, Carneiro já havia se recusado a conceder entrevista ao jornal.

Desde o fim de semana, veículos de imprensa vêm noticiando o mal-estar dentro da emissora após a publicação do furo. Reportagem da revista Veja do último domingo sustentou que o autor ficou muito irritado com o vazamento de cenas importantes do último capítulo e decidiu fazer mudanças. Na sexta, o colunista Daniel Castro, da Folha de S. Paulo, escreveu que uma CPI foi instalada para apurar quem vazou a informação. Até mesmo uma publicação da Infoglobo, que pertence às Organizações Globo, descreveu como "caça às bruxas" a investigação.

A emissora se pronunciou apenas em texto da Central Globo de Comunicação. "Especulações e fantasias sobre o final de uma trama contribuem para sua divulgação. A TV Globo, assim como qualquer empresa séria, reage a eventuais atitudes desleais."

Antecipar finais de tramas é objecto de cobiça da imprensa. E há autores que até defendem a divulgação para criar mais expectativa. "A imprensa sempre contribui, jamais destrói. O facto de vazar já acontece há anos. Os autores sempre ficam preocupados, mas isso sempre vai acontecer e o público nunca deixará de acompanhar. Desperta ainda mais o interesse", aposta o actor Jackson Antunes, o Léo de A Favorita.

Mesmo sem defender a idéia, alguns autores acreditam que isso não atrapalha em nada o sucesso do último capítulo. "De modo geral, a divulgação antecipada não prejudica a audiência. Não basta apenas saber o que vai acontecer, o público quer saber como os factos vão se desenrolar", opina Ricardo Linhares, autor de Paraíso Tropical ao lado de Gilberto Braga.

"É evidente que saírem na imprensa momentos da trama ajuda na divulgação", admite Benedito Ruy Barbosa, que evita divulgação dos capítulos finais. "Os autores se queixam sempre", analisa o autor Benedito Ruy Barbosa. "Em 'Pantanal' (exibida em 1990 na extinta TV Manchete e reprisada recentemente no SBT), a (também extinta) revista 'Manchete' publicou o final e eu fiquei louco da vida. Então mudei algumas coisas", lembra ele.

Ficam aqui umas fotos da festa que os actores fizeram para assitir ao último capítulo. Amanhã posto as reacções deles.
Roberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto Teixeira

Quanto aos rumores de gravidez de Claudia por causa das cenas em que esta apareceu mais gordinha na zona do abdómen, ela diz que teve que ficar mais gordinha e disse mais uma vez que por enquanto não vai aumentar a família, primeiro vai descançar. Mas a barriguinha dos últimos capítulos parecia mesmo de grávida, prestem atenção nas cenas dela.Marcos Faber

A média dos últimos 30 capítulos de “A Favorita” foi de 44 pontos contra 11 da segunda colocada. Mas, apesar da reviravolta, a audiência final da trama, após os seus 197 capítulos exibidos, ficou abalada. Segundo dados consolidados do relatório do Ibope a história chega ao fim com 39,6 pontos de média na Grande São Paulo. É a terceira pior média do horário, só fica a frente de Esperança e Suave Veneno, que respectivamente marcaram 38 pontos.


12
Jan 09

A Favorita termina esta semana no Brasil, mas já vai desenhando seus finais. E, enquanto o autor João Manoel Carneiro não coloca o The End na telinha, vários atores do elenco da trama global dão seus palpites a OFuxico sobre o final de seus personagens.
Os artistas ainda contam os seus projectos pessoais, após o término das gravações.

Lília Cabral: “Catarina merece ser muito, muito feliz. E, pelo que a gente vê, vai conseguir, com um belo amor, amando e sendo amada. Mas, não sei se é isso que a tornará, de fato, realizada. Catarina pode recuar. Acho que ela assume o papel de matriarca da família, todos passam a admirá-la e respeitá-la como mãezona, já que a mãe dela se retraiu”.

 

Patrícia Pillar: “Acho que não existe nenhum final à altura das maldades da Flora. O João vai me surpreender, certamente, novamente, com o final dela. Vou preparar o lançamento do documentário Waldick Sempre no Meu coração, que deve estrear entre março e abril. Até lá, estou de férias”.

Cláudia Raia: “Donatela tem que provar a inocência, reconstruir a vida com a filha, o namorado e ajudar na Fontini. Quem sabe ela também volte a cantar? Assim que terminar de gravar, viajo com a família para a China”.

Mariana Ximenes: “A Lara merece paz, porque passou a novela sendo enganada e correndo atrás da verdade. E essa paz ela deve encontrar nos braços do Halley, em harmonia com a avó e Donatela, no rancho. Vou descansar um pouco e viajar”.


Murilo Benício: “Dodi podia se dar bem, porque só deu com os burros n´água. Vou tiras férias, mas não sei para onde vou”.

Cauã Reymond: “Haley é um cara legal, deve casar com a Lara e levar a Cilene pra morar com eles. Vou dar um tempo no Rio, curtir a praia, até a Grazi (Massafera) ter uma folga para viajarmos juntos”.

Thiago Rodrigues: “Mais um trabalho bacana, com pessoas bacanas por perto. Engrandecedor! O final que o João determinar, está legal. Vou cuidar das minhas coisas, curtir a gravidez da minha namorada e esperar a chegada do nosso filho”.

Ary Fontoura: “Silveirinha também merece ser punido. Ele foi feito de gato e sapato pela Flora, mas foi muito ardiloso o tempo todo, desde o início, quando sequestrou o Mateus. Ele merece um fim que o faça refletir. Sozinho, talvez”. 

Elisângela: “Faltou amor na vida da Cilene, e acho que é isso que eu daria a ela. Ao longo da história, ela foi uma pessoa muito sozinha. Quero tirar um mês para viajar, ainda não sei pra onde, e depois retorno com a turnê da peça Monólogos da Vagina”.

Leonardo Medeiros: “Ele já dá sinais de que vai voltar a actuar, apenas como dentista. Eu torceria por uma nova paixão, já que a Dedina (Helena Ranaldi) morre e a Diva (Giulia Gan) gosta mesmo do outro. Ainda não sei ao certo o que farei, mas é certo que tirarei uns dias de descanso”.

Jackson Antunes: “Uma clínica de reabilitação, fazer trabalho voluntário, qualquer coisa que limpassse um pouco as atrocidades que ele fez, seria legal. Eu quero ficar no meu sítio, em Guapimirim, descansando”.

Cláudia Ohana: “Vou viajar com meu namorado. Vamos passar uns 20 dias numa praia”.

Gisele Fróes: “Estou adorando o destino que o autor está dando à Lorena. Ela está colhendo o que plantou. O casamento está amadurecendo, o marido se firmando e ela também, depois de tantos conflitos de sentimentos. Eles se descobrem muito bem casados. Quando encerrar o trabalho, passarei um tempo no sul da Bahia. Depois, começo os ensaios do musical da Broadway, Rock´n Roll. Estreio em Curitiba (PR) e depois trago para o Rio”.  

 

Deborah Secco: “Orlandinho (Iran Malfitano) podia assumir que é homem e completar a felicidade da Céu. Ela se redimiu, está feliz. O filho bem que podia ser dele. Vou descansar, quero dar uma parada, viajar, estudar”.

 


29
Nov 08

Deborah Secco quer Céu e Orladinho juntos

Deborah Secco quer que sua personagem na novela A Favorita, Maria do Céu, termine a trama com o homossexual Orlandinho (Iran Malfitano), conforme publicou Patrícia Kogut em seu blog.

"Torço muito pelo amor deles. Minha avó e minha irmã também. O público torce, fica até me dizendo que ele pode virar homem", disse ela.

"Se ela terminar com o Cassiano (Thiago Rodrigues) é mais genuíno, ela sempre o amou, mas a torcida pelo Orlandinho é maior. Eles podem se tornar grandes amigos e viver juntos assim, por que não?", completou.

A actriz disse também acreditar que o filho que sua personagem espera seja de Cassiano.

Segundo Deborah, Céu já está começando a se arrepender dos seus erros. "Já disse que a vida dela é muito suja. Sinto que as pessoas querem que ela encontre um caminho certo".

Iran Malfitano diz que Orladinho deve ser feliz com um rapaz

Iran Malfitano disse ao blog da colunista de TV Patrícia Kogut que quer seu personagem, o homossexual Orlandinho, fique com Cassiano (Thiago Rodrigues) no final da novela A Favorita.

Segundo ele, não há chances de seu personagem ficar com Halley (Cauã Reymond), já que o autor João Emanuel Carneiro "deve ter outros planos para o desfecho de Halley".

"Se ele ficasse com uma mulher no final, perderia a força. Então eu queria que ele se apaixonasse por outro personagem. Poderia bem ser o Cassiano", disse o actor.

Malfitano contou ainda que não esperava todo o sucesso de seu papel. "Quando João Emanuel me convidou para a novela, avisou que seria por pouco tempo. Fico muito feliz de ter ficado porque deu certo. Até eu me surpreendo com o que estou fazendo em cena. Nunca pensei que seria capaz de interpretar um personagem gay tão bem".

Nos próximos capítulos da novela, Orlandinho terá uma crise de ciúmes de Céu (Deborah Secco) e irá tirar satisfações com alguns rapazes que olharão para ela. No dia seguinte, entretanto, ele explica a mulher que continua o mesmo.

Os finais de Carmo Dalla Vecchia:

FLORA
Não pode morrer. Termina entrando na cadeia para cumprir mais 18 anos. Passa o tempo fazendo risquinhos na parede e pensando em Donatela.

DONATELA
É a mocinha da história. Tem final feliz com Zé Bob.

DODI (MURILO BENÍCIO)
Vai abrir o olho com a Flora. Nunca falei isso para ele porque tenho vergonha,mas sou fã do Murilo. Quando crescer quero ser igual a ele.

IRENE (GLÓRIA MENEZES)
Tem que se ferrar. Ficar sozinha e rica. Depois dos flashbacks, que mostra o quanto Donatela foi boa com a Lara, não justifi ca Irene ter problemas com ela desde o começo.

HALLEY (CAUÃ REYMOND)
Tem o DNA do Foguinho (personagem de Lázaro Ramos em ‘Cobras e Lagartos’). Ainda vai ter a virada de Halley e ele vai terminar melhor.

LARA (MARIANA XIMENES)
Acho sujeira ela beijar a boca e dizer que ama o Halley e ir ao
show do Cassiano
(Thiago Rodrigues). No fi m, fi ca com o Cassiano.

ROMILDO (MILTON GONÇALVES)
O fim dele é na cadeia.

CÉU (DEBORAH SECCO)
Tem que ficar rica ao lado de um cara milionário, que pegue ela de verdade. ‘Tô
pagaaaando’.

AUGUSTO CÉSAR (ZÉ MAYER)
Volta a cantar e faz sucesso.

Cláudia Ohana quer que Cida fique com Juca (Bento Ribeiro)

Cláudia Ohana contou, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, em São Paulo, qual o final que prefere para sua personagem em A Favorita, Cida. A atriz torce para que a caminhoneira termine com Juca (Bento Ribeiro), seu namorado.

"Tomara que eles fiquem juntos. Vai ter um conflito por ele usar drogas, mas torço para que dê certo", disse.

Para a Cláudia, outro factor que ajuda para que o relacionamento aconteça é a pressão da família da personagem. "A família quer que ela case. Filha solteira e caminhoneira é complicado."

Lara e Cassiano reatam namoro em  A Favorita

"É possível que eles voltem porque quando terminaram o namoro, Lara vivia um momento muito complicado em sua vida. O Cassiano só amou e se apaixonou por ela. Mas acho que ele não pode se iludir. Se não sentir segurança no sentimento dela, deve se afastar e não encontrá-la mais. Porque só distante é que você esquece o outro", opina Thiago Rodrigues, acrescentando que o relacionamento dos dois tem uma outra função na história.

"O romance entre eles tenta consertar a história de amor de Irene (Glória Menezes) e Copola (Tarcísio Meira)", explica o actor, referindo-se à paixão mal-resolvida que cerca os avós dos dois.

Mesmo sabendo que a relação entre Lara e Cassiano tem peso na trama, o actor não prefere tomar partido na disputa amorosa, que ainda envolve Alícia e Céu (Deborah Secco). "Já vi que não adianta o actor criar expectativa porque a gente quebra a cara", brinca.

Por isso, todas as fãs de Cassiano na trama ainda têm chances. "O sentimento que ele tem por Alícia é muito recente. Os dois ainda estão se apegando. Ela é muito divertida, brinca com a vida. Na sexta passada, gravei uma cena em que ela diz para ele: 'Agora vamos tentar outra roupa', e ele gosta disso", conta Thiago, sobre a iniciativa da jovem de dar um banho de loja no namorado para levá-lo a uma boate.

Com Céu, a relação é mais carnal. Mas desde o casamento da moça com Orlandinho (Iran Malfitano), o cantor optou pela discrição e por respeitar a relação do casal. "A Céu é daquelas mulheres que você não esquece. Ele é simples e se assusta quando ela vem naquela eloqüência. Ele gosta dela, mas acho que o tesão é o que mais pesa na relação. Ela poderia vir com a mesma sensualidade, mas de outra forma, mais mansinha", analisa o actor.

O autor de A Favorita já demonstrou interesse em explorar uma relação entre sua personagem e Catarina, mas até agora nada foi ao ar. Por quê?
Na verdade, não entrei na novela para fazer uma homossexual. A função da Stela é mexer na relação do Léo (Jackson Antunes) e da Catarina, mas o que já é certo é a relação de amizade entre as duas, que será cada vez mais forte. Existe a possibilidade de algo a mais, só que o João Emanuel não me adiantou nada. Mas vejo que o texto é conduzido para abrir essa possibilidade.

Você entrou na novela três meses depois da estreia e interpretando uma personagem sem muitas informações. Foi complicado?
É uma experiência diferente, até pela importância da personagem na história. Mas dei muita sorte porque caí em um núcleo que faz sucesso e é repleto de pessoas que admiro. Já trabalhei com a Lilia em Pedra Sobre Pedra e é maravilhoso atuar ao lado de alguém que a gente sabe que tem seriedade e que é profissional. Além dela, estou ali pertinho do Tarcísio (Meira), Chico Diaz, Jackson Antunes, são vários nomes de peso da emissora.

A Stela é dona de um restaurante e aparece cozinhando em vários momentos. Você precisou de uma preparação específica para esse papel?
Como eu não entrei no início da novela, não rolou nada específico. Geralmente, antes de gravar uma cena que envolva algo mais complexo na culinária, eu recebo o apoio de profissionais especializados que me ajudam. Mas tudo antes de gravar, nada muito exagerado. Até agora, tenho gostado muito do que vi.

A sexualidade da Stela ainda é incerta, mas o próprio texto indica esse amor platônico de sua personagem. Como você pretende trabalhar isso no ar caso a relação das duas evolua?
Será um casal como outro qualquer. Acho que o bacana é mostrar que não é nada de outro mundo. Assim como um homem e uma mulher que se amam, duas mulheres podem experimentar isso também. Tenho várias amigas que são gays e elas não são diferentes das outras mulheres. O que é inovador nessa história é a idade das personagens. É muito comum ver relações gays na TV entre jovens, mas não entre pessoas mais experientes. Tanto que eu trabalhei bem esse lado sério. Se acontecer em A Favorita, vai ser de uma forma madura, tranqüila.

De que forma você trabalhou essa seriedade na personagem?
Desde o início penso nisso. Antes de começarem as gravações, sugeriram um aplique para o meu cabelo. Aí fiquei pensando que não seria legal. Imaginei que poderia parecer meio gostosona, exuberante demais. Depois de algumas reflexões decidiu-se por esse corte mais clássico e simples mesmo. Isso me ajudou a, junto com os gestos e o texto da Stela, deixá-la com esse ar de seriedade. Acho que isso também aproxima ela da Catarina e ajuda a, de repente, aflorar esse sentimento entre elas.

A possibilidade de rejeição a uma personagem lésbica assusta você?
Não, eu seria doida se não torcesse por esse romance entre a Stela e a Catarina. Fiquei sabendo disso pela imprensa, mas adorei a possibilidade. Passei muito tempo esperando personagens mais densos. Hoje o que eu quero é ter história. Por mim, a Stela pode ser da máfia, louca e lésbica! Quanto mais conflitos, mais gratificante é o trabalho. Não gostaria que minha participação na novela se resumisse a uma mulher que chegou ali para abrir um restaurante e cozinhar bem.

Como são as reações do público em relação a isso?
Vejo muita gente torcendo para que a história se desenvolva. A trama da Catarina tem um apelo popular muito forte. Como a Stela está diretamente ligada à história, ouço muita gente revoltada sobre a forma como o Léo trata a mulher. Em nenhum momento ouvi algum comentário ruim sobre a aproximação das duas. A grande verdade é que não acho que o homossexualismo ainda seja um grande bicho de sete cabeças. A sociedade já avançou, hoje em dia as pessoas estão mais abertas para essa realidade.


17
Nov 08

Título da MatériaO amor de três mulheres pelo mesmo homem não acontece apenas quando o sujeito é um belo garanhão, que vive mentindo para todas e só se dá bem.

Em A Favorita, Cassiano é o típico humilde e bonzinho que está cada vez mais cercado de belas mulheres.

E a atracção vai além da química, pois as três o admiram de verdade. Bonito, inteligente e de família humilde, Cassiano é considerado um príncipe por Taís Araújo. Mas o que muita gente não entende é o porquê de o operário se atrair por mulheres aparentemente tão diferentes.

Apesar de, no momento, Cassiano estar com Alícia, o coração de Maria do Céu e de Lara ainda batem forte por ele. E será que ele ama mesmo as três ou está apenas querendo viver experiências novas?

Curioso para entender o porquê de o bonzinho da novela ter se atraído pela doce e radical Lara, pela auto-destrutiva e rebelde Alícia e pela atirada e dissimulada Maria do Céu? Confira abaixo o que o elenco pensa sobre isso!

Título da MatériaThiago Rodrigues
“O Cassiano só amou e se apaixonou por Lara. Agora ele está vivendo a vida dele e, como é um cara solteiro, está encontrando pessoas, mas não está depositando amor e nem paixão em nenhuma das mulheres que ele encontrou depois de Lara. Pode ser que as coisas mudem, porque, na vida, as fichas caem. Mas, por enquanto, ainda acredito que ele ame só a Lara. Ele está se divertindo. A Alícia é tão diferente do Cassiano quanto a Lara. Até mais, porque a Lara ainda tem uma essência mais simples. Alícia é mais excêntrica. A Céu é daquelas personagens que você não esquece. Ele é simples e se assusta quando a Céu vem naquela eloqüência. Ele gosta dela, mas acho que o tesão é o que mais pesa na relação. Ela poderia vir com a mesma sensualidade, mas de outra forma, mais mansinha”.

Título da MatériaMariana Ximenes
“É difícil dizer se elas têm semelhanças. A Alícia e a Céu têm atitude, mas a Lara também tem. Ela levou o namorado para o motel, por exemplo. Mas acho que elas são bastante diferentes e acho que essa diversidade pode ter atraído o Cassiano”.

Título da MatériaDeborah Secco
“Acho que elas não têm nada em comum. São mulheres completamente diferentes. Acho que a Lara foi a mulher por quem ele realmente se atraiu. A Céu foi atraída por ele e essa atracção chamou a atenção dele. A Alícia é um anti-sofrimento pelo que ele está passando, ao ver a Lara com o Halley. E uma forma de tentar sofrer menos. Mas em comum elas não têm nada. Têm até belezas diferentes.”

Título da MatériaTaís Araújo
“Acho que a Lara, a Céu e a Alícia têm em comum a carência. Apesar de ter sido cercada de amor, a Lara é carente. Tem a ausência da mãe, apesar de a Donatela ter suprido isso. Acho que a Lara se agarrou ao Cassiano por causa de todos os problemas da vida dela. Ela tem que se segurar em alguma coisa. É um pouco rebelde, por querer chamar atenção, enfrentar a família, se relacionando com um cara que é de um universo oposto. Isso para mim é carência e a Alícia é mais carente ainda. As três buscam um príncipe e o Cassiano é um príncipe. Acho que o ponto em comum é de elas se interessarem pelo Cassiano e não ele por elas. Ele é um príncipe, um herói romântico, todo certinho, de uma família certinha e com bons valores”.

Título da MatériaCauã Reymond
“Acho que elas têm semelhanças, porque são mulheres e homens se interessam por mulheres. E, em cada momento da vida, por mulheres diferentes que agradem. Acho que a diversidade atrai o homem como atrai a mulher. A Lara tem a ver com o Halley, não é? Quem sabe dizer isso é o João Emanuel e não eu (risos). Acho que cada uma tem a sua particularidade que é interessante. A Alícia e a Céu, foram ativas na procura pelo Cassiano e isso é uma semelhança entre as duas. Quando a novela começou, ele já estava com uma relação pré-estabelecida com a Lara, mas eu acho que a Lara também é ativa. Ela procura, investiga, quer saber, se emociona e se envolve. Acho que todos os personagens femininos do João são bem fortes e as três são mulheres diferentes. É complicado dizer se a Céu é imatura e a Lara não. Você conquista a maturidade depois de muitos anos. Não tem ninguém muito maduro dos 20 aos 30 anos. Ser maduro é o que? Ser certinho para a sociedade? Acho até engraçado a Céu estar casando com o Orlandinho dessa forma, por exemplo.”

DamiãoMalvino Salvador
“O Damião é até bonzinho, comparado com o Cassiano, que já ficou com três na novela (risos). Ele está passando por um momento de transformação. Quando as pessoas perdem algo muito importante na vida, passam por um momento em que exageram em tudo. Tem gente que cai nas drogas, que pega uma mulher atrás da outra, outros se reprimem... Como ele está nessa fase, está querendo fazer um pouco de bem para o coração dele. A Alícia é interessante e não existe um modelo de mulher formado. É a lei da natureza.”

Com que Cassiano deve ficar? Votem na enquete ao lado!


10
Nov 08

Título da MatériaQuando Halley ouvir Flora chamar Lara de "purgante" a sua verdadeira faceta de víbora virá à tona e Halley viverá à base de chatagens com Flora.

Mas se ele tivesse ficado de tocaia em outras conversas da vilã com Silveirinha, ele ia ver que essa mania de dar apelidos nada carinhosos aos personagens não se restringe à filha.

Tudo bem que Lara lidera a lista com os seguintes “mimos”: “purgante”, “vaquinha”, “pata-choca”, “mimadinha fofoqueira”, “boboquinha”, “pentelha” entre outros. 

Mas Gonçalo, o “velho babão”, Irene, a “velha sem vergonha”, Halley, o “marginalzinho de quinta”, e até Copola, o “velho caquético”, também já foram vítimas da língua de Flora.

Criativa, a nossa vilã, não? De tão agressivos, eles podem até ser engraçados para alguns. Mas há quem não ache a menor graça e, ao contrário, os considere de muito mau gosto!

Patrícia Pillar
“Acho muito perverso, mas a Flora é perversa. Não dá para esperar uma coisa boa dela. Agora, ela se diverte demais com esses apelidos e, isso, eu acho engraçado! Talvez seja esse o motivo do sucesso dos apelidos, a diversão dela!"

Título da MatériaMariana Ximenes
“Eu acho hilário! Dá um toque de humor às situações! Mas, na verdade, é uma forma das pessoas verem que a Flora não gosta dessa filha. Ela é péssima como pessoa e como mãe. Mãe que é mãe não fala de um filho dessa maneira, de um jeito pejorativo! Agora, coitada da Lara, né?! ‘Vaquinha’, ‘pentelha’, ‘purgante’, não dá! (risos)”

Thiago Rodrigues
“A gente ri, mas é uma desgraça e as pessoas têm mania de rir do que acontece de ruim para os outros. Vê se pode uma mãe chamar a filha de ‘vaquinha’?! Isso não pode ser engraçado!”

Título da MatériaTaís Araújo
“Eu acho muito engraçado! A Flora é muito má. É um personagem muito denso. Esses apelidos dão uma leveza às situações muito pesadas que acontecem na história. Aliás, dão uma leveza até mesmo para a Flora. Por mais que todos sejam de mau gosto, eles acabam divertindo todo mundo e o público gosta.”

Título da MatériaCauã Reymond
“Não acho que seja engraçado. Esses apelidos fazem parte do que a Flora é. Ela é má e destrutiva e os apelidos também acabam sendo. É uma forma de diminuir o outro e isso não é legal!”

LeonardoJackson Antunes
“Da Flora, tudo é possível, a gente espera qualquer coisa mesmo. Dos males, o menor! Os apelidos dão uma pitada de humor ao personagem, que é tão carregado de maldade. Ela mata, rouba, engana... E, por isso, esses momentos acabam descontraindo um pouco. Mas, é claro, que é algo que não é bacana!”

Qual é que acham que é o pior ou o mais engraçado apelido que Flora já disse? Votem na enquete!


Get your own Poll!


19
Set 08

Como no início da trama tudo girava em torno das protagonistas, o autor João Emanuel Carneiro avisou que, na segunda etapa da novela, iria desenvolver os outros núcleos. Muita coisa já está acontecendo e os atores estão animados. Veja o que eles esperam que aconteça daqui pra frente.

Tais Araújo
“Estou ansiosa para saber se vai ter uma reviravolta na vida de Alicia, mas temos que esperar o João Emanuel. É difícil porque as pessoas não entendiam muito bem o porquê da revolta dela com o pai. Acho que agora vai ficar bem claro que ele não vale nada, é um corrupto. Acho que cada vez mais o João vai aprofundar essa questão da política. Acho que o público não pode perder a novela porque não aconteceu nem metade.”

Thiago Rodrigues
“Não sei se Cassiano vai voltar a namorar a Lara. Eu não sei nem o que esperar do João, porque ele é um autor tão montanha-russa, que surpreende tanto a gente, que o negócio é fazer com verdade tudo o que ele mandar. É claro que a gente tem as nossas preferências, mas não vale a pena viajar muito nisso não. É melhor confiar nele e ir até o fim”.

Título da MatériaDeborah Secco
“Eu não sei o que esperar para Céu, mas com certeza o João está preparando muita coisa legal. Eu estou muito feliz! Fazer uma personagem com tantas possibilidades é muito bom. A Céu começou com um lado forte para o drama, e agora está caindo para comédia. Acho essa personagem muito rica. Eu fico contando os dias para receber os capítulos novos”.

Romildo RosaMilton Gonçalves
“O que vai acontecer com Romildo eu não sei, isso está na cabeça do autor, e podemos esperar de tudo (risos). Acho que a relação familiar do Romildo vai continuar ruim. Em novela, se você não ficar próximo do autor, você não tem nenhuma intuição do que vai acontecer. Mas acho que o Romildo vai ficar cada vez mais encrencado.”

[emmanuele+araujo.jpg]Emanuele Araújo
“Eu estou adorando a virada da personagem, a cada capítulo são novas vertentes, novas nuances de interpretação para a Manu. Ela é uma menina cheia de sonhos, que pensa sempre como pode se dar melhor, tem caráter duvidoso, cheia de revoltas, e que também gosta muito de se divertir”.

Christine Fernandes
“Não sei quais são os planos do João, mas eu gostaria que a Rita fosse um exemplo de integridade. O país está precisando de bons exemplos. Quem sabe, se ela entrasse para política e fosse uma semente boa dentro de um universo corrompido. No entanto, se ele a transformar numa mulher terrível, eu também vou adorar. Adoro vilã e, para uma actriz, é uma possibilidade muito rica para trabalhar. Mas vou ficar feliz com qualquer um dos desfechos para Rita!”

Iran Malfitano
“Este é o melhor momento na minha carreira até agora. O Orlandinho teria uma participação muito menor, mas o personagem foi crescendo, para a minha surpresa! Está sendo maravilhoso, estou muito empolgado. Tomara que ele continue nesse núcleo cômico com a Céu e o Halley, está muito divertido”.


01
Set 08

Hoje o Thiago Rodrigues faz 28 anos! Parabéns "Cassiano"!!

publicado por Tititi às 21:28

18
Ago 08

Thiago Rodrigues solta a voz como Cassiano de  A Favorita

Depois de Claudia Raia e Patrícia Pillar, chegou a vez de Thiago Rodrigues soltar a voz e transformar seu personagem, Cassiano, em cantor famoso na novela A Favorita.

Apaixonado, o rapaz escreve uma música para Lara (Mariana Ximenes) e no capítulo desta segunda-feira apresenta a canção numa feira de gado, sem imaginar que a amada está na platéia. "Nunca fui cantor, mas sou afinadinho. Dá para levar, mas não sou nenhuma Marjorie (Estiano, actriz e cantora)", brinca o actor.

"Pedi que o Thiago trouxesse o Cassiano junto para o estúdio na hora de gravar e foi o que ele fez. Ficou da melhor forma que o Cassiano poderia fazer. Thiago é 'time', o tipo de cara que joga junto", elogia o produtor Alberto Rosemblit, que compôs Longe Tão Perto com Victor Pozas.

A música com levada caipira promete virar hit na trama: é com ela que Cassiano fará participação no Domingão do Faustão e assinará contrato com uma gravadora.

"A letra fala da impossibilidade desse amor e que só o tempo dirá se vai dar certo", adianta o actor, que tem gravado muitas cenas dramáticas. "Cassiano é que é a mocinha da novela. Ele que se emociona, sofre, chora", ri Thiago.

Desde a chegada de Céu (Deborah Secco) e Halley (Cauã Reymond), a tranquilidade dos ex-noivos, Lara e Cassiano, acabou. "É a 'Dança do Quadrado'. Halley é a pedra no sapato do Cassiano. Mas Cauã é muito amigo e o clima nas gravações é óptimo", elogia Thiago, torcendo para levar a melhor: "Cassiano ama a Lara e eu quero que ele reconquiste esse amor".

Mas muita coisa pode acontecer até o capítulo final, em fevereiro. "Essa novela é montanha-russa. Hoje Cassiano está assim, mas amanhã pode estar com a Flora", ri Thiago.

Ciranda amorosa continua
A teia amorosa de A Favorita vai se complicar ainda mais. Apesar da declaração de amor na feira, Lara acredita que a aproximação foi armação de Irene (Glória Menezes) e prefere continuar sozinha.

Na mesma semana, Halley se ajoelha e declara o seu amor a Lara. Cassiano procura Céu e diz que não tem mais nada com Lara, mas Céu diz a ele que vai se casar com Orlandinho (Iran Malfitano). Porém, o playboy, que só quer passar a imagem de homem para o pai, não quer casar. Ao mesmo tempo, Halley vai investir em Céu.

Fausto Silva participará de “A Favorita”. É que Cassiano (Thiago Rodrigues) vai virar um pop star sertanejo e se apresentará no “Domingão”. As gravações serão durante a gravação do programa.

publicado por Tititi às 20:22

19
Jul 08

Título da MatériaNo inicio da novela, Silverinha era o melhor amigo de Donatela e não havia a menor dúvida dessa cumplicidade.

Mas, de uns tempos para cá, tudo mudou quando Dodi começou a chantagear o mordomo.

O ex-marido de Donatela ameaçou contar algum segredo comprometedor de seu passado e, depois disso, Silverinha nunca mais foi o mesmo. De fiel escudeiro da ricaça, ele se tornou um grande inimigo. Por que será?

Diante de tanto mistério, o elenco da novela está curioso para saber o que está por trás disso tudo. Nem Ary Fontoura, intérprete de Siverinha, sabe que mistério é esse. Veja a opinião dos actores!

Ary Fontoura
“Acho que tudo é uma máfia! Ele tem um rabo preso sim, mas não faço idéia do que seja. Nessa novela, todos são suspeitos, tudo incrimina. E não é só ele, tem muito mais gente envolvida. Mas acho que tem alguma coisa a ver com o assassinato do Marcelo, só não sei o que é (risos).”

Claudia Raia
“O Silveirinha é uma pessoa que não vale nada, com toda a certeza. Ele tem um passado ligado à infância delas. Acho que ele era um grande manipulador dessas meninas que eram muito jovens e ele tem elas duas na mão de alguma maneira, emocionalmente falando. Ele controla tudo. Pode ter chantageado uma das duas ou pode ter criado esse casamento com o Marcelo.”

Patrícia Pillar
“Não sei dizer o mistério dele, só sei que ele sabe demais. Ele está no centro de tudo e conviveu com as duas desde meninas até o auge do sucesso delas. É um cara sofrido, solitário e muito inteligente.”

Gonçalo FontiniMauro Mendonça
“Acho que o mistério do Silveirinha está ligado ao filho da Donatela. E a partir da revelação deste segredo, que seria uma coisa terrível, ele mudou de lado, com medo das conseqüências.”

foto de murilobeniciomb em 03-06-2008Murilo Benício
“Acho que ele é o que está mais envolvido em tudo. Na minha opinião, o Dodi e a Donatela estão envolvidos até certo ponto. Não só no crime, mas em toda a trama da novela. Acho que todos os caminhos dão no Silveirinha. Ele está envolvido em tudo e ele é muito mais perverso, esperto e poderoso do que parece. Todo mundo tem uma opinião e, para mim, ele é todo o eixo central da trama da novela, desde o rapto (do filho de Donatela) até a morte. Ele é um cara que não se leva pela emoção, é uma pessoa muito fria e inteligente. É um mafioso de negócios, que está do lado que vai ser bom para ele sem sentimento algum.”

Mariana Ximenes
“Acho que ele está bem envolvido em toda a trama. Ele deve ter roubado o filho da Donatela e é cúmplice de todo mundo. Ele sabe da vida de muita gente.”

Foto DivulgaçãoElizângela
“É difícil responder isso, porque não é só ele que tem mistério. Muita gente tem mistério nessa novela. Mas acho que o Silveirinha pode estar por trás deste assassinato. Ele sabe demais. Ele sabe tudo. Acho que ele tem a ver com a morte do Marcelo. Ele sabe quem realmente o matou. É um traíra, safado, cachorro, sem-vergonha, cafajeste, não vale nada! (risos) Ele está do lado de quem interessa a ele. É difícil sugerir um desfecho para ele porque a novela não está nem no meio e esse personagem tem tanta safadeza para mostrar ainda... Muita água vai rolar ainda, com certeza.”

Carmo Dalla Vecchia
“Ele pode ter matado o Marcelo e estar mais envolvido no crime do que a gente pensa. É meio lógico ser uma das duas, porque a novela se chama A Favorita. Tem coisas aí que a gente percebe que estão ao redor dele, porque ele está ligado a todas as pessoas envolvidas nesse crime.”

Milton Gonçalves
“O mistério é que ele está ligado a todos aqueles membros da família. Ao Dodi, à Irene, ao Gonçalo, à Lara, à Donatela e, se deixar, ele está também do outro lado. Acho que, lá no fundo, pode ter também uma conexão com o Romildo. Eles têm todas essas possibilidades. Acho que o Silveirinha começou comendo o prato pela beirada e, no final, ele come o mingau todo.”

CassianoThiago Rodrigues
“O Silveirinha parecia ser o amigo fiel da Donatela e está sempre atrás do que é conveniente para ele. É um cara político. Ele faz as coisas para sempre não faltar nada e para não passar necessidades e ter uma vida confortável. Ele está sempre querendo manter a sobrevida dele. Eu acho que ele está envolvido no assassinato e é o meu favorito como assassino. A novela está muito misteriosa, é difícil saber.”


15
Jul 08

Mariana Ximenes e Cauã Reymond gravaram cenas da novela global A Favorita no topo do prédio onde fica uma das antenas da TV Globo, na avenida Paulista, em São Paulo.

Na cena, Halley, personagem de Reymond, desafia Lara, papel de Mariana, a subir num prédio.

Halley foi contratado pelo avô da moça, Gonçalo (Mauro Mendonça), para se aproximar de Lara sem que ela saiba que ele é seu segurança.

Os dois criam uma amizade, que vira um romance depois que Cassiano (Thiago Mendonça) não resiste a Céu (Deborah Secco).


12
Jul 08

Os actores de "A Favorita" terminaram o dia de gravação no Projac nesta sexta-feira, 11, no Rio de Janeiro, e foram curtir um forró na festa julina organizada pelo elenco da novela, numa casa de eventos em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade. Claudia Raia , Patrícia Pillar , Deborah Secco e Carmo Dalla Vecchia compareceram a carácter, produzidos por uma das figurinista da própria novela.

Ao fim da festa, Claudia Raia revelou: “Na hora da entrega das faixas de "A favorita" e "O favorito", teve show da Flora e da Donatela brigando, uma loucura! Somos uma família! Até dançamos quadrilha”. Patrícia Pillar ganhou o título de “A favorita” e Thiago Rodrigues, que não estava presente, de “O favorito”.

Acompanhada da mãe, Odette Raia, Claudia bolou o vestido usado pela noiva caipira, papel que coube ao camareiro Ângelo. O noivo, Ângela - diretora de arte - atrasou-se para o casório. Patrícia Pillar passou correndo com Ciro Gomes pelos fotógrafos. Já Deborah Secco, acompanhada de Joana Balaguer, se deixou fotografar, mas não quis dar entrevista: "A gente merece descansar", disse.
O actor que faz o jornalista Zé Bob em "A Favorita" levou uma câmera fotográfica. "Vou fazer uma matéria", justificou. Muito simpático, Carmo Della Vecchia foi um dos poucos que parou para falar com os repórteres e brincou com as atracções típicas da festa. "Vai ter pau-de-sebo?", perguntou, divertido.

A intérprete de Donatela era a mais animada e fez questão de dar palpite em todos os detalhes do Arraial. “Queriam que eu fosse a noiva e o Carmo o noivo, mas não teria graça, tinha que ser alguém da equipe. Então elegi o Ângelo Vieira, camareiro, para bancar a noiva. Sou do interior de São Paulo, adoro festa junina, principalmente se tiver suco de milho e pamonha”, explicou Cláudia, que chegou vestida de homem ao lado da mãe, Odette.

A última a chegar foi Taís Araújo com o namorado, mas não se vestiu de caipira. "Estava num jantar de família. Comprei até um vestido, mas se fosse em casa me arrumar, chegaria mais tarde ainda".

Muitos outros actores foram à festa:

Helena Ranaldi contou que estava viajando e não teve tempo de procurar um figurino adequado. “Não tive tempo para me produzir, mas acho muito bacana. Este tipo de festa é uma representação do Brasil”, declarou.

Miguel Rômulo brincava sobre o look camisa e chapéu pretos, escolhido por ele: “Quero parecer um vaqueiro rico!”. Ary Fontoura fez as vezes de padre e celebrou o casamento de Ângelo, ou Angélica, como os amigos chamavam o colega, e Ângela Nelma, produtora de arte da novela, que bancou o noivo.
Bem-humorada, Mariana Ximenes entregou quem comandou o arraial. “Estou de caipira fashion. Pensei nesta roupa inspirada pela criatividade da Claudia Raia. A minha mãe é o máximo! Foi ela quem pensou a roupa de todo mundo!”, explicou Mariana.

Malvino Salvador era um dos mais empolgados. “Na minha infância festa junina era uma coisa muito importante. Em Mauá todas as famílias se conheciam. A gente assava um porco inteiro! Tinha até pato no tucupi. Fiz amigos de vida inteira”, relembrou.

Carmo Dalla Vecchia com a câmera para dar uma de Zé BobMarcio NunesMarcio NunesMarcio NunesMarcio NunesMarcio Nunes

 

Mário Gomes levou a família, mas também saiu cedo. “Não sabia nem se vinha porque tenho muito texto para decorar e o ideal é ficar em casa concentrado, mas é uma festa dos meus colegas, então vou ficar um pouquinho”.


Músicas


pesquisar neste blog
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O elenco
Enquete
Resultado da 1ª enquete: Quem está falando a verdade? Donatela 66% | Flora 34% | 228 votos Resultado da 2ª enquete: Halley ama Lara de verdade? Sim 50% | Não 22% | Nem ele sabe 28% | 208 votos Resultados da 3ª enquete: Com quem Cassiano deve ficar? Alícia 40% | Lara 38% | Céu 27% | 244 votos Resultados da 4ª enquete: Qual dos vilões deve morrer? Flora 51% | Os três 21% | Dodi 18% | Silveirinha 10% | 312 votos Resultados da 5ª enquete: Catarina fica com... Vanderlei 43% | Stela 41% | Sozinha 15% | Leo 1% | 130 votos
Links



That's So Raven Blogando! Assece Já!
blogs SAPO