23
Fev 09

O maior destaque foi sem dúvida a vilã Flora vivida por Patrícia Pillar que fez sucesso até na internet com versões hilárias do hit "Beijinho Doce".

 

 

 

 

 

 

 

A outra protagonista, Donatela vivida por Claudia Raia, também se destacou ao ponto de provar que Claudia não tem talento só para as personagens cómicas, encarnando desta vez uma mocinha que não se fez de coitadinha e também teve seus pecados.

Murilo Benício e os veteranos Ary Fontoura, Lília Cabral, Jackson Antunes, Suzana Faini, Milton Gonçalves, Mauro Mendonça e o casal Glória e Tarcísio mais uma vez deram um show de interpretação.

Com Halley, Cauã Reymond deu provas do seu talento em papéis dramáticos e não apenas nas personagens bad boy.

Iran Malfitano, o Orlandinho, iria fazer apenas uma pequena participação na novela, mas a sua personagem foi tão acarinhada e fez tanto sucesso que ela acabou ficando até ao fim.

Aqueles que serão sempre lembrados (além dos que estão acima):

  • Emanuelle Araújo (Manu) - a garota de programa confirmou o talento na cantora também na representação.
  • Gisele Fróes (Lorena) - passou a ser conhecida também na televisão com uma personagem que soube aproveitar.
  • Miguel Rômulo (Shiva) - inesquecível nas suas cenas dramáticas ao lado de José Mayer e Claudia Raia.
  • Genézio de Barros (Pedro) - brilhante interpretação do actor que até incutiu tiques na personagem.

Aqueles que não brilharam:

  • Ângela Vieira (Arlete) - practicamente não teve história, foi apenas "a secretária".
  • Taís Araújo (Alícia) - depois de Preta e Ellen nas outras novelas de Carneiro, Taís merecia uma personagem com mais destaque.
  • Chico Diaz (Átila) - poco aconteceu de relevante com este personagem.
  • Rosi Campos (Tuca) - outra personagem que não teve uma história para lembrar.
  • José Mayer (Augusto) - apesar do esforço do actor, o personagem não se adaptou a ele.
  • Christine Fernandes (Rita) - a actriz merecia mais destaque, coisa que não lhe têm dado na Globo.

As revelações:

  • Leonardo Medeiros (Elias)
  • Fabrício Boliveira (Didu)
  • Alexandre Nero (Vanderlei)

Depois há aqueles que sempre ficam bem, Mariana Ximenes, Deborah Secco, Paula Burlamaqui, Malvino Salvador, Cláudia Ohana, Elizângela, Helena Ranaldi e Giulia Gam.

Há uma personagem que eu não gostei: o Cassiano. Personagem chatíssimo, meloso e repetitivo.

Houveram várias críticas a Carmo Dalla Vecchia (Zé Bob) que diziam que era uma personagem demasiado importante para um actor que fez tão poucas novelas, também que ser o par romântico de Claudia Raia era muita areia para o seu camião e que o casal não tinha química. Eu não acho.


03
Fev 09

Já que no fim-de-semana me adiantei um pouco na postagem dos acontecimentos da novela que nem sequer deram ontem, mas sim hoje vão dar (Donatela assombra Flora e depois aparece para ela), ficam aqui mais uns actores que se despedem do público e as reportagens que o Video Show fez no ínicio da novela.


02
Fev 09

Os actores falam ao Video Show sobre o sucesso e também da tristeza que fica quando um trabalho tão bem sucedido como este chega ao fim.

Afinal ontem não deu episódio nenhum, deu foi pela 3ª vez o resumo de toda a história, só que agora com novos acontecimentos. E já está confirmado que até ao fim A Favorita passa a dar às 22:30! Agora não há desculpas para não acompanharem, até quem não cnhecia passou a aconhecer com o resumo de ontem!

Aqui ficam também os parabéns a Paula Burlamaqui, Stela, pelos seus 42 anos!


15
Dez 08

Deborah Secco e Taís Araújo no show da diva popO casal Zé Bob e Donatella trocando cochichos ao pé do ouvido durante o show de Madonna no Maracanã? Calma! Eles não fugiram da fictícia Triunfo e foram para o Rio de Janeiro assistir à Rainha do Pop. Trata-se apenas do flagra do bate-papo dos colegas de elenco em "A Favorita" Cláudia Raia e Carmo Dalla Vechia. Eles se encontraram no camarote da Renner para asssitir ao show de Madonna. Cláudia, musa do camarote neste domingo, 14, levou o marido, Edson Celulari, e o filho mais velho, Enzo, para o show. Cláudia e Carmo não eram, aliás, os únicos integrantes da novela das oito no Maracanã: o autor, João Emanuel Carneiro, e a actriz Deborah Secco, a Céu, também foram ver o espetáculo da turnê "Sticky & Sweet".

Ary Fontoura foi outro veterano que marcou presença e esbarrou com Enzo, filho mais velho de Cláudia Raia e Edson Celulari, de 11 anos, que não quis ficar em casa e foi assistir à apresentação da diva do pop, mostrando que Madonna é para todas as idades.

Lília Cabral preferiu não desgrudar do guarda-chuva e conferiu a apresentação bem sequinha. A atriz, aliás, aproveitou o encontro com Cláudia Raia para tietar a amiga, que também está no ar na novela A Favorita. Ao avistar Cláudia, a actriz começou a dar gritinhos:

“Você é minha favorita. Minha favorita!”, dizia a intérprete de Catarina, da mesma novela, ao que a atriz respondeu:

“Você que é minha favorita, meu amor”, falou Raia, sorridente.

Roberto TeixeiraCleomir TavaresJuliana Rezende/Globo.comJuliana Rezende/Globo.com


25
Nov 08

Título da Matéria

A carta de Cilene, aquela que ela escreveu contando tim-tim por tim-tim por que trocou o depoimento sobre o assassinato de Marcelo, o sequestro do bebê de Donatela e a verdadeira origem de Halley, está nas mãos de Zé Bob!

Na verdade, a carta vai de mãos beijadas para o jornalista. É que Manu, com medo que Dodi ou Flora encontrem o documento, pede que Zé Bob seja o guardião da prova que pode arruinar os planos dos vilões.

Quando Zé Bob chega em casa com a carta nas mãos, Donatela mal se aguenta de tanta ansiedade para saber o que está escrito. Mas a curiosidade do jornalista, dessa vez, não fala tão alto e ele entrega a carta para que a namorada leia primeiro.

Donatela abre o envelope e a emoção começa a tomar conta com a descoberta:

“Não é possível! Não é possível! Zé... O Halley, Zé! O Halley é... É o Mateus! É o Mateus! Meu filho! Meu filhinho que foi sequestrado... Ele está vivo, Zé!! É o Halley!!!”.

Sem revelar a verdade a ele, ela dará um jeito de se aproximar e eles vão conviver e estabelecer um vínculo afectivo. Mas logo revelará a verdade ao rapaz. Toda a verdade. Halley, sabendo que é filho de Marcelo, contará tudo a Gonçalo (Mauro Mendonça), inclusive revelará a ele todas as maldades cometidas por Flora. Antes de morrer - assassinado por Flora - Gonçalo terá a grande alegria de saber que é avô do rapaz, com quem sempre simpatizou gratuitamente.

João Emanuel decidiu não deixar para o final da novela a relação dos dois. Alguns capítulos mais tarde, Halley também ficará sabendo que Donatela é sua mãe. Ele se aliará a ela contra Flora (Patrícia Pillar).

É imperdível, hoje às 23:35!!

Hoje cheguei aqui e vi que cheguei ao comentário nº 200! No outro blog só cheguei ao nº 200 em Maio de 2007, ou seja, 8 meses depois de criar o blog e aqui cheguei lá 5 meses depois da criação do blog. Este blog sem dúvida tem sido um sucesso, foi o que mais sucesso teve dos 5 que já fiz!

Continuem a visitar e obrigada! Já agora ficam os parabéns à Taís Araújo, a Alícia que faz hoje 30 anos!

publicado por Tititi às 19:45

17
Nov 08

Título da MatériaO amor de três mulheres pelo mesmo homem não acontece apenas quando o sujeito é um belo garanhão, que vive mentindo para todas e só se dá bem.

Em A Favorita, Cassiano é o típico humilde e bonzinho que está cada vez mais cercado de belas mulheres.

E a atracção vai além da química, pois as três o admiram de verdade. Bonito, inteligente e de família humilde, Cassiano é considerado um príncipe por Taís Araújo. Mas o que muita gente não entende é o porquê de o operário se atrair por mulheres aparentemente tão diferentes.

Apesar de, no momento, Cassiano estar com Alícia, o coração de Maria do Céu e de Lara ainda batem forte por ele. E será que ele ama mesmo as três ou está apenas querendo viver experiências novas?

Curioso para entender o porquê de o bonzinho da novela ter se atraído pela doce e radical Lara, pela auto-destrutiva e rebelde Alícia e pela atirada e dissimulada Maria do Céu? Confira abaixo o que o elenco pensa sobre isso!

Título da MatériaThiago Rodrigues
“O Cassiano só amou e se apaixonou por Lara. Agora ele está vivendo a vida dele e, como é um cara solteiro, está encontrando pessoas, mas não está depositando amor e nem paixão em nenhuma das mulheres que ele encontrou depois de Lara. Pode ser que as coisas mudem, porque, na vida, as fichas caem. Mas, por enquanto, ainda acredito que ele ame só a Lara. Ele está se divertindo. A Alícia é tão diferente do Cassiano quanto a Lara. Até mais, porque a Lara ainda tem uma essência mais simples. Alícia é mais excêntrica. A Céu é daquelas personagens que você não esquece. Ele é simples e se assusta quando a Céu vem naquela eloqüência. Ele gosta dela, mas acho que o tesão é o que mais pesa na relação. Ela poderia vir com a mesma sensualidade, mas de outra forma, mais mansinha”.

Título da MatériaMariana Ximenes
“É difícil dizer se elas têm semelhanças. A Alícia e a Céu têm atitude, mas a Lara também tem. Ela levou o namorado para o motel, por exemplo. Mas acho que elas são bastante diferentes e acho que essa diversidade pode ter atraído o Cassiano”.

Título da MatériaDeborah Secco
“Acho que elas não têm nada em comum. São mulheres completamente diferentes. Acho que a Lara foi a mulher por quem ele realmente se atraiu. A Céu foi atraída por ele e essa atracção chamou a atenção dele. A Alícia é um anti-sofrimento pelo que ele está passando, ao ver a Lara com o Halley. E uma forma de tentar sofrer menos. Mas em comum elas não têm nada. Têm até belezas diferentes.”

Título da MatériaTaís Araújo
“Acho que a Lara, a Céu e a Alícia têm em comum a carência. Apesar de ter sido cercada de amor, a Lara é carente. Tem a ausência da mãe, apesar de a Donatela ter suprido isso. Acho que a Lara se agarrou ao Cassiano por causa de todos os problemas da vida dela. Ela tem que se segurar em alguma coisa. É um pouco rebelde, por querer chamar atenção, enfrentar a família, se relacionando com um cara que é de um universo oposto. Isso para mim é carência e a Alícia é mais carente ainda. As três buscam um príncipe e o Cassiano é um príncipe. Acho que o ponto em comum é de elas se interessarem pelo Cassiano e não ele por elas. Ele é um príncipe, um herói romântico, todo certinho, de uma família certinha e com bons valores”.

Título da MatériaCauã Reymond
“Acho que elas têm semelhanças, porque são mulheres e homens se interessam por mulheres. E, em cada momento da vida, por mulheres diferentes que agradem. Acho que a diversidade atrai o homem como atrai a mulher. A Lara tem a ver com o Halley, não é? Quem sabe dizer isso é o João Emanuel e não eu (risos). Acho que cada uma tem a sua particularidade que é interessante. A Alícia e a Céu, foram ativas na procura pelo Cassiano e isso é uma semelhança entre as duas. Quando a novela começou, ele já estava com uma relação pré-estabelecida com a Lara, mas eu acho que a Lara também é ativa. Ela procura, investiga, quer saber, se emociona e se envolve. Acho que todos os personagens femininos do João são bem fortes e as três são mulheres diferentes. É complicado dizer se a Céu é imatura e a Lara não. Você conquista a maturidade depois de muitos anos. Não tem ninguém muito maduro dos 20 aos 30 anos. Ser maduro é o que? Ser certinho para a sociedade? Acho até engraçado a Céu estar casando com o Orlandinho dessa forma, por exemplo.”

DamiãoMalvino Salvador
“O Damião é até bonzinho, comparado com o Cassiano, que já ficou com três na novela (risos). Ele está passando por um momento de transformação. Quando as pessoas perdem algo muito importante na vida, passam por um momento em que exageram em tudo. Tem gente que cai nas drogas, que pega uma mulher atrás da outra, outros se reprimem... Como ele está nessa fase, está querendo fazer um pouco de bem para o coração dele. A Alícia é interessante e não existe um modelo de mulher formado. É a lei da natureza.”

Com que Cassiano deve ficar? Votem na enquete ao lado!


10
Nov 08

Título da MatériaQuando Halley ouvir Flora chamar Lara de "purgante" a sua verdadeira faceta de víbora virá à tona e Halley viverá à base de chatagens com Flora.

Mas se ele tivesse ficado de tocaia em outras conversas da vilã com Silveirinha, ele ia ver que essa mania de dar apelidos nada carinhosos aos personagens não se restringe à filha.

Tudo bem que Lara lidera a lista com os seguintes “mimos”: “purgante”, “vaquinha”, “pata-choca”, “mimadinha fofoqueira”, “boboquinha”, “pentelha” entre outros. 

Mas Gonçalo, o “velho babão”, Irene, a “velha sem vergonha”, Halley, o “marginalzinho de quinta”, e até Copola, o “velho caquético”, também já foram vítimas da língua de Flora.

Criativa, a nossa vilã, não? De tão agressivos, eles podem até ser engraçados para alguns. Mas há quem não ache a menor graça e, ao contrário, os considere de muito mau gosto!

Patrícia Pillar
“Acho muito perverso, mas a Flora é perversa. Não dá para esperar uma coisa boa dela. Agora, ela se diverte demais com esses apelidos e, isso, eu acho engraçado! Talvez seja esse o motivo do sucesso dos apelidos, a diversão dela!"

Título da MatériaMariana Ximenes
“Eu acho hilário! Dá um toque de humor às situações! Mas, na verdade, é uma forma das pessoas verem que a Flora não gosta dessa filha. Ela é péssima como pessoa e como mãe. Mãe que é mãe não fala de um filho dessa maneira, de um jeito pejorativo! Agora, coitada da Lara, né?! ‘Vaquinha’, ‘pentelha’, ‘purgante’, não dá! (risos)”

Thiago Rodrigues
“A gente ri, mas é uma desgraça e as pessoas têm mania de rir do que acontece de ruim para os outros. Vê se pode uma mãe chamar a filha de ‘vaquinha’?! Isso não pode ser engraçado!”

Título da MatériaTaís Araújo
“Eu acho muito engraçado! A Flora é muito má. É um personagem muito denso. Esses apelidos dão uma leveza às situações muito pesadas que acontecem na história. Aliás, dão uma leveza até mesmo para a Flora. Por mais que todos sejam de mau gosto, eles acabam divertindo todo mundo e o público gosta.”

Título da MatériaCauã Reymond
“Não acho que seja engraçado. Esses apelidos fazem parte do que a Flora é. Ela é má e destrutiva e os apelidos também acabam sendo. É uma forma de diminuir o outro e isso não é legal!”

LeonardoJackson Antunes
“Da Flora, tudo é possível, a gente espera qualquer coisa mesmo. Dos males, o menor! Os apelidos dão uma pitada de humor ao personagem, que é tão carregado de maldade. Ela mata, rouba, engana... E, por isso, esses momentos acabam descontraindo um pouco. Mas, é claro, que é algo que não é bacana!”

Qual é que acham que é o pior ou o mais engraçado apelido que Flora já disse? Votem na enquete!


Get your own Poll!


19
Set 08

Como no início da trama tudo girava em torno das protagonistas, o autor João Emanuel Carneiro avisou que, na segunda etapa da novela, iria desenvolver os outros núcleos. Muita coisa já está acontecendo e os atores estão animados. Veja o que eles esperam que aconteça daqui pra frente.

Tais Araújo
“Estou ansiosa para saber se vai ter uma reviravolta na vida de Alicia, mas temos que esperar o João Emanuel. É difícil porque as pessoas não entendiam muito bem o porquê da revolta dela com o pai. Acho que agora vai ficar bem claro que ele não vale nada, é um corrupto. Acho que cada vez mais o João vai aprofundar essa questão da política. Acho que o público não pode perder a novela porque não aconteceu nem metade.”

Thiago Rodrigues
“Não sei se Cassiano vai voltar a namorar a Lara. Eu não sei nem o que esperar do João, porque ele é um autor tão montanha-russa, que surpreende tanto a gente, que o negócio é fazer com verdade tudo o que ele mandar. É claro que a gente tem as nossas preferências, mas não vale a pena viajar muito nisso não. É melhor confiar nele e ir até o fim”.

Título da MatériaDeborah Secco
“Eu não sei o que esperar para Céu, mas com certeza o João está preparando muita coisa legal. Eu estou muito feliz! Fazer uma personagem com tantas possibilidades é muito bom. A Céu começou com um lado forte para o drama, e agora está caindo para comédia. Acho essa personagem muito rica. Eu fico contando os dias para receber os capítulos novos”.

Romildo RosaMilton Gonçalves
“O que vai acontecer com Romildo eu não sei, isso está na cabeça do autor, e podemos esperar de tudo (risos). Acho que a relação familiar do Romildo vai continuar ruim. Em novela, se você não ficar próximo do autor, você não tem nenhuma intuição do que vai acontecer. Mas acho que o Romildo vai ficar cada vez mais encrencado.”

[emmanuele+araujo.jpg]Emanuele Araújo
“Eu estou adorando a virada da personagem, a cada capítulo são novas vertentes, novas nuances de interpretação para a Manu. Ela é uma menina cheia de sonhos, que pensa sempre como pode se dar melhor, tem caráter duvidoso, cheia de revoltas, e que também gosta muito de se divertir”.

Christine Fernandes
“Não sei quais são os planos do João, mas eu gostaria que a Rita fosse um exemplo de integridade. O país está precisando de bons exemplos. Quem sabe, se ela entrasse para política e fosse uma semente boa dentro de um universo corrompido. No entanto, se ele a transformar numa mulher terrível, eu também vou adorar. Adoro vilã e, para uma actriz, é uma possibilidade muito rica para trabalhar. Mas vou ficar feliz com qualquer um dos desfechos para Rita!”

Iran Malfitano
“Este é o melhor momento na minha carreira até agora. O Orlandinho teria uma participação muito menor, mas o personagem foi crescendo, para a minha surpresa! Está sendo maravilhoso, estou muito empolgado. Tomara que ele continue nesse núcleo cômico com a Céu e o Halley, está muito divertido”.


10
Set 08

João Emanuel Carneiro avisou desde o início: A Favorita não seria uma novela comum. E, ao revelar o principal mistério da trama para o público, ainda no começo do folhetim, deu provas disso.
Agora, enquanto se comenta que Taís Araújo estaria insatisfeita com o rumo de sua personagem na história, o autor garante que Alícia está seguindo direitinho a sinopse que foi feita para ela.
“Tem muita coisa boa guardada para ela”, diz o autor.
Na Globo, a possível insatisfação de Taís também é descartada. A assessoria da emissora nega qualquer entrevero.
E Taís garante que não está nem um pouco preocupada, e afirma que confia em João, autor que a tornou protagonista na Globo, em Da Cor do Pecado.
“Tudo vai acontecer no seu tempo. Conheço e confio no João”, diz a actriz.

Já se sabe que ela vai andar atrás do Cassiano!


30
Ago 08

Os cabelos cortados que Zé Bob vai exibir em breve têm uma razão de ser: é uma homenagem a Donatela, que não gostava do jeitão largado do jornalista. Segundo Carmo Dalla Vecchia, o cabelo curto será uma cicatriz que o personagem vai carregar ao longo da novela. “Ele vai ficar mais fechado para o amor”, diz o actor. Confira o bate-papo!

Frederico Rozário

O que significa o corte de cabelo para o Zé Bob?
Eu tive uma professora de Biologia no colégio, quando eu morava no Sul, que cortou o cabelo quando a irmã morreu. No caso dela, era mais um desapego à vaidade num momento de tristeza. Já o Zé Bob quis fazer uma homenagem a Donatela, que não gostava do visual desleixado. Triste por ter perdido a mulher que amava, ele decidiu mudar e cortou o cabelo do jeito que ela iria gostar 

 

E você, o que achou do corte? Ficou triste, já que gostava tanto dos cabelos mais longos?
O cabelão foi um pedido do Ricardo Waddington (diretor de núcleo) no início da novela. Eu gostava muito, porque dava o ar largado ao personagem. Mas também achei interessante esse corte, porque tem uma boa razão dramatúrgica. Marca uma mudança interior do Zé.

Você acha que, como Sansão, Zé Bob vai perder as forças sem as madeixas?
Perder a força não, ao contrário. Mas o cabelo curto vai ser uma cicatriz que ele vai mostrar. Por causa do trauma da morte de Donatela, o Zé vai ficar um cara mais fechado pro amor. E o tempo todo ele vai se questionar: quanto tempo isso vai durar?

Ele vai canalizar o amor para a filha, Camila?
Vai canalizar para o trabalho, pelo menos nos próximos capítulos que recebemos. Tanto que a Tuca quer dar férias e o Zé não aceita. A última coisa que ele quer é ficar sem fazer nada.

 

As gravações das cenas do suposto enterro de Donatela (Cláudia Raia), de "A Favorita", da Globo, foram realizadas na manhã desta quarta-feira (27) no cemitério do Cajú, na zona portuária do Rio. A ex-presidiária, que saiu da cadeia fingindo ser Diva (Giulia Gam), acompanhou o enterro de longe, pensando que o corpo da amiga está no caixão. Diva, porém, está viva - mas ninguém sabe.

No enterro, Lara (Mariana Ximenes) carrega o caixão de Donatela ao lado de Gonçalo (Mauro Mendonça) e Irene (Glória Menezes). Cassiano (Thiago Rodrigues) e Halley (Cauã Reymond), que se dizem apaixonados por Lara, acompanham a amada de perto.

Também participam das cenas Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia), Flora (Patrícia Pillar), Alícia (Taís Araújo), Silverinha (Ary Fontoura) e Dodi (Murilo Benício).

Foto

Nos intervalos, Claudia Raia, que permaneceu sozinha durante todas as cenas, ganhou a companhia de Carmo Dalla Vecchia e, juntos, conversaram, olharam alguns túmulos e trocaram impressões sobre o andamento da trama.

Ainda é mistério
Aqui o público sabe, mas em Portugal a revelação da vilã de “A favorita” só vai ao ar em Setembro. Há até uma repórter da SIC, Sofia Cerveira, gravando um especial no Projac.

Parece que esse especial é para exibir na semana que vem porque é a semana em que a assassina vai ser revelada!


21
Ago 08

Não tenho o menor pudor de garantir que a trama de João Emanuel Carneiro é simplesmente a melhor exibida no horário nobre da Globo desde Senhora do Destino (2004). Talvez A Favorita seja até mesmo superior do que Senhora do Destino... Mas essa constatação só poderei fazer quando o último capítulo for exibido. E, nossa, ainda temos muita água pela frente...
A estréia de João Emanuel no horário nobre foi cercada por muita expectativa. Se, no quesito qualidade, ela foi plenamente cumprida, na que se refere à audiência não. É verdade que esse injusto ibope abaixo do esperado está se revertendo, mas fico pensando em tudo o que as pessoas que não acompanharam a novela desde o início já perderam.
É difícil apontar o que não gosto... Até Cauã Reymond, por quem nutro uma implicância justificada - já que ele é notoriamente um péssimo ator - está correto como o picareta Harley. Tudo bem que o personagem é o mesmo que ele viveu em Belíssima (2006), só que agora Cauã está no tom certo. É difícil destacar também o que gosto. Do texto bem construído e inteligente do novelista à direção enxuta de Ricardo Waddington, tudo funciona.
No elenco, todos estão bem, especialmente, as mulheres. Taís Araújo criou uma Alícia deliciosamente abusada e suas cenas com Milton Gonçalves (o melhor nome masculino do elenco até agora) e com Fabrício Boliveira (uma grata surpresa) são de arrepiar. Já Mariana Ximenes mostra porque é considerada a melhor atriz de sua geração e Glória Menezes, finalmente, tem um papel à altura de seu imenso talento. Mas as donas de A Favorita até agora são Patrícia Pillar e Cláudia Raia. Até agora não sei por quem torço. Tem hora que acho que Flora está certa em lutar para provar sua inocência, mas é complicado lidar com uma heroína tão manipuladora. E, muitas vezes, entendo o desespero de Donatela e acredito quando diz que Lara é a razão de sua vida. Mas como acreditar 100% em alguém tão instável?
Essas nuances de caráter de Flora e Donatela estão brilhantemente expostas no texto de João Emanuel, mas é na interpretação genial das duas atrizes que isso se materializa. E tenho vontade de levantar do meu sofá e aplaudi-las cada vez que estão em cena. Pensando bem, é isso que vou fazer: me levanto e aplaudo Claudia, Patrícia e toda a equipe de A Favorita. Eles merecem!

Este texto foi escrito pelo colunista Jorge Brasil no site Contigo! e como ele muita gente tem a mesma opinião, já vi em vários sites elogios deste tipo, e não acham que têm razão?


12
Jul 08

Os actores de "A Favorita" terminaram o dia de gravação no Projac nesta sexta-feira, 11, no Rio de Janeiro, e foram curtir um forró na festa julina organizada pelo elenco da novela, numa casa de eventos em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade. Claudia Raia , Patrícia Pillar , Deborah Secco e Carmo Dalla Vecchia compareceram a carácter, produzidos por uma das figurinista da própria novela.

Ao fim da festa, Claudia Raia revelou: “Na hora da entrega das faixas de "A favorita" e "O favorito", teve show da Flora e da Donatela brigando, uma loucura! Somos uma família! Até dançamos quadrilha”. Patrícia Pillar ganhou o título de “A favorita” e Thiago Rodrigues, que não estava presente, de “O favorito”.

Acompanhada da mãe, Odette Raia, Claudia bolou o vestido usado pela noiva caipira, papel que coube ao camareiro Ângelo. O noivo, Ângela - diretora de arte - atrasou-se para o casório. Patrícia Pillar passou correndo com Ciro Gomes pelos fotógrafos. Já Deborah Secco, acompanhada de Joana Balaguer, se deixou fotografar, mas não quis dar entrevista: "A gente merece descansar", disse.
O actor que faz o jornalista Zé Bob em "A Favorita" levou uma câmera fotográfica. "Vou fazer uma matéria", justificou. Muito simpático, Carmo Della Vecchia foi um dos poucos que parou para falar com os repórteres e brincou com as atracções típicas da festa. "Vai ter pau-de-sebo?", perguntou, divertido.

A intérprete de Donatela era a mais animada e fez questão de dar palpite em todos os detalhes do Arraial. “Queriam que eu fosse a noiva e o Carmo o noivo, mas não teria graça, tinha que ser alguém da equipe. Então elegi o Ângelo Vieira, camareiro, para bancar a noiva. Sou do interior de São Paulo, adoro festa junina, principalmente se tiver suco de milho e pamonha”, explicou Cláudia, que chegou vestida de homem ao lado da mãe, Odette.

A última a chegar foi Taís Araújo com o namorado, mas não se vestiu de caipira. "Estava num jantar de família. Comprei até um vestido, mas se fosse em casa me arrumar, chegaria mais tarde ainda".

Muitos outros actores foram à festa:

Helena Ranaldi contou que estava viajando e não teve tempo de procurar um figurino adequado. “Não tive tempo para me produzir, mas acho muito bacana. Este tipo de festa é uma representação do Brasil”, declarou.

Miguel Rômulo brincava sobre o look camisa e chapéu pretos, escolhido por ele: “Quero parecer um vaqueiro rico!”. Ary Fontoura fez as vezes de padre e celebrou o casamento de Ângelo, ou Angélica, como os amigos chamavam o colega, e Ângela Nelma, produtora de arte da novela, que bancou o noivo.
Bem-humorada, Mariana Ximenes entregou quem comandou o arraial. “Estou de caipira fashion. Pensei nesta roupa inspirada pela criatividade da Claudia Raia. A minha mãe é o máximo! Foi ela quem pensou a roupa de todo mundo!”, explicou Mariana.

Malvino Salvador era um dos mais empolgados. “Na minha infância festa junina era uma coisa muito importante. Em Mauá todas as famílias se conheciam. A gente assava um porco inteiro! Tinha até pato no tucupi. Fiz amigos de vida inteira”, relembrou.

Carmo Dalla Vecchia com a câmera para dar uma de Zé BobMarcio NunesMarcio NunesMarcio NunesMarcio NunesMarcio Nunes

 

Mário Gomes levou a família, mas também saiu cedo. “Não sabia nem se vinha porque tenho muito texto para decorar e o ideal é ficar em casa concentrado, mas é uma festa dos meus colegas, então vou ficar um pouquinho”.


Músicas


pesquisar neste blog
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O elenco
Enquete
Resultado da 1ª enquete: Quem está falando a verdade? Donatela 66% | Flora 34% | 228 votos Resultado da 2ª enquete: Halley ama Lara de verdade? Sim 50% | Não 22% | Nem ele sabe 28% | 208 votos Resultados da 3ª enquete: Com quem Cassiano deve ficar? Alícia 40% | Lara 38% | Céu 27% | 244 votos Resultados da 4ª enquete: Qual dos vilões deve morrer? Flora 51% | Os três 21% | Dodi 18% | Silveirinha 10% | 312 votos Resultados da 5ª enquete: Catarina fica com... Vanderlei 43% | Stela 41% | Sozinha 15% | Leo 1% | 130 votos
Links



That's So Raven Blogando! Assece Já!
blogs SAPO