02
Fev 09

Os actores falam ao Video Show sobre o sucesso e também da tristeza que fica quando um trabalho tão bem sucedido como este chega ao fim.

Afinal ontem não deu episódio nenhum, deu foi pela 3ª vez o resumo de toda a história, só que agora com novos acontecimentos. E já está confirmado que até ao fim A Favorita passa a dar às 22:30! Agora não há desculpas para não acompanharem, até quem não cnhecia passou a aconhecer com o resumo de ontem!

Aqui ficam também os parabéns a Paula Burlamaqui, Stela, pelos seus 42 anos!


17
Jan 09

O último capítulo de A Favorita exibido ontem no Brasil conquistou 49 pontos de audiência com picos de 53, superior a Duas Caras que obteve 47, mas inferior ao record conseguido na última quinta-feira, capítulo do casamento de Donatela e Zé que conseguiu 52 pontos, a média mais alta alcançada.

João Emanuel Carneiro está muito chateado pelo facto do final ter sido revelado à uma semana atrás. Mesmo assim ele despistou a imprensa dizendo ter escrito outro final mas na verdade não escreveu.

Depois de O DIA divulgar com exclusividade na coluna Telenotícias os finais de A Favorita, há uma semana, a TV Globo iniciou uma série de procedimentos para tentar identificar quais pessoas poderiam ter repassado a informação ao jornal.

O pedido foi feito pelo próprio autor da novela, João Emanuel Carneiro, que, irritado, durante a semana anunciou que faria mudanças no último capítulo, o que não aconteceu. Irritado, João Emanuel chegou a fazer ameaças nesta sexta-feira em entrevista à publicação.

"Nunca mais na minha vida vou dar nenhuma notícia para o jornal 'O Dia' e vou tratar também para que a empresa (TV Globo) não mais se relacione com esse jornal por ter publicado isso", disse o novelista. No período de exibição de sua obra, Carneiro já havia se recusado a conceder entrevista ao jornal.

Desde o fim de semana, veículos de imprensa vêm noticiando o mal-estar dentro da emissora após a publicação do furo. Reportagem da revista Veja do último domingo sustentou que o autor ficou muito irritado com o vazamento de cenas importantes do último capítulo e decidiu fazer mudanças. Na sexta, o colunista Daniel Castro, da Folha de S. Paulo, escreveu que uma CPI foi instalada para apurar quem vazou a informação. Até mesmo uma publicação da Infoglobo, que pertence às Organizações Globo, descreveu como "caça às bruxas" a investigação.

A emissora se pronunciou apenas em texto da Central Globo de Comunicação. "Especulações e fantasias sobre o final de uma trama contribuem para sua divulgação. A TV Globo, assim como qualquer empresa séria, reage a eventuais atitudes desleais."

Antecipar finais de tramas é objecto de cobiça da imprensa. E há autores que até defendem a divulgação para criar mais expectativa. "A imprensa sempre contribui, jamais destrói. O facto de vazar já acontece há anos. Os autores sempre ficam preocupados, mas isso sempre vai acontecer e o público nunca deixará de acompanhar. Desperta ainda mais o interesse", aposta o actor Jackson Antunes, o Léo de A Favorita.

Mesmo sem defender a idéia, alguns autores acreditam que isso não atrapalha em nada o sucesso do último capítulo. "De modo geral, a divulgação antecipada não prejudica a audiência. Não basta apenas saber o que vai acontecer, o público quer saber como os factos vão se desenrolar", opina Ricardo Linhares, autor de Paraíso Tropical ao lado de Gilberto Braga.

"É evidente que saírem na imprensa momentos da trama ajuda na divulgação", admite Benedito Ruy Barbosa, que evita divulgação dos capítulos finais. "Os autores se queixam sempre", analisa o autor Benedito Ruy Barbosa. "Em 'Pantanal' (exibida em 1990 na extinta TV Manchete e reprisada recentemente no SBT), a (também extinta) revista 'Manchete' publicou o final e eu fiquei louco da vida. Então mudei algumas coisas", lembra ele.

Ficam aqui umas fotos da festa que os actores fizeram para assitir ao último capítulo. Amanhã posto as reacções deles.
Roberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto TeixeiraRoberto Teixeira

Quanto aos rumores de gravidez de Claudia por causa das cenas em que esta apareceu mais gordinha na zona do abdómen, ela diz que teve que ficar mais gordinha e disse mais uma vez que por enquanto não vai aumentar a família, primeiro vai descançar. Mas a barriguinha dos últimos capítulos parecia mesmo de grávida, prestem atenção nas cenas dela.Marcos Faber

A média dos últimos 30 capítulos de “A Favorita” foi de 44 pontos contra 11 da segunda colocada. Mas, apesar da reviravolta, a audiência final da trama, após os seus 197 capítulos exibidos, ficou abalada. Segundo dados consolidados do relatório do Ibope a história chega ao fim com 39,6 pontos de média na Grande São Paulo. É a terceira pior média do horário, só fica a frente de Esperança e Suave Veneno, que respectivamente marcaram 38 pontos.


29
Nov 08

Deborah Secco quer Céu e Orladinho juntos

Deborah Secco quer que sua personagem na novela A Favorita, Maria do Céu, termine a trama com o homossexual Orlandinho (Iran Malfitano), conforme publicou Patrícia Kogut em seu blog.

"Torço muito pelo amor deles. Minha avó e minha irmã também. O público torce, fica até me dizendo que ele pode virar homem", disse ela.

"Se ela terminar com o Cassiano (Thiago Rodrigues) é mais genuíno, ela sempre o amou, mas a torcida pelo Orlandinho é maior. Eles podem se tornar grandes amigos e viver juntos assim, por que não?", completou.

A actriz disse também acreditar que o filho que sua personagem espera seja de Cassiano.

Segundo Deborah, Céu já está começando a se arrepender dos seus erros. "Já disse que a vida dela é muito suja. Sinto que as pessoas querem que ela encontre um caminho certo".

Iran Malfitano diz que Orladinho deve ser feliz com um rapaz

Iran Malfitano disse ao blog da colunista de TV Patrícia Kogut que quer seu personagem, o homossexual Orlandinho, fique com Cassiano (Thiago Rodrigues) no final da novela A Favorita.

Segundo ele, não há chances de seu personagem ficar com Halley (Cauã Reymond), já que o autor João Emanuel Carneiro "deve ter outros planos para o desfecho de Halley".

"Se ele ficasse com uma mulher no final, perderia a força. Então eu queria que ele se apaixonasse por outro personagem. Poderia bem ser o Cassiano", disse o actor.

Malfitano contou ainda que não esperava todo o sucesso de seu papel. "Quando João Emanuel me convidou para a novela, avisou que seria por pouco tempo. Fico muito feliz de ter ficado porque deu certo. Até eu me surpreendo com o que estou fazendo em cena. Nunca pensei que seria capaz de interpretar um personagem gay tão bem".

Nos próximos capítulos da novela, Orlandinho terá uma crise de ciúmes de Céu (Deborah Secco) e irá tirar satisfações com alguns rapazes que olharão para ela. No dia seguinte, entretanto, ele explica a mulher que continua o mesmo.

Os finais de Carmo Dalla Vecchia:

FLORA
Não pode morrer. Termina entrando na cadeia para cumprir mais 18 anos. Passa o tempo fazendo risquinhos na parede e pensando em Donatela.

DONATELA
É a mocinha da história. Tem final feliz com Zé Bob.

DODI (MURILO BENÍCIO)
Vai abrir o olho com a Flora. Nunca falei isso para ele porque tenho vergonha,mas sou fã do Murilo. Quando crescer quero ser igual a ele.

IRENE (GLÓRIA MENEZES)
Tem que se ferrar. Ficar sozinha e rica. Depois dos flashbacks, que mostra o quanto Donatela foi boa com a Lara, não justifi ca Irene ter problemas com ela desde o começo.

HALLEY (CAUÃ REYMOND)
Tem o DNA do Foguinho (personagem de Lázaro Ramos em ‘Cobras e Lagartos’). Ainda vai ter a virada de Halley e ele vai terminar melhor.

LARA (MARIANA XIMENES)
Acho sujeira ela beijar a boca e dizer que ama o Halley e ir ao
show do Cassiano
(Thiago Rodrigues). No fi m, fi ca com o Cassiano.

ROMILDO (MILTON GONÇALVES)
O fim dele é na cadeia.

CÉU (DEBORAH SECCO)
Tem que ficar rica ao lado de um cara milionário, que pegue ela de verdade. ‘Tô
pagaaaando’.

AUGUSTO CÉSAR (ZÉ MAYER)
Volta a cantar e faz sucesso.

Cláudia Ohana quer que Cida fique com Juca (Bento Ribeiro)

Cláudia Ohana contou, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, em São Paulo, qual o final que prefere para sua personagem em A Favorita, Cida. A atriz torce para que a caminhoneira termine com Juca (Bento Ribeiro), seu namorado.

"Tomara que eles fiquem juntos. Vai ter um conflito por ele usar drogas, mas torço para que dê certo", disse.

Para a Cláudia, outro factor que ajuda para que o relacionamento aconteça é a pressão da família da personagem. "A família quer que ela case. Filha solteira e caminhoneira é complicado."

Lara e Cassiano reatam namoro em  A Favorita

"É possível que eles voltem porque quando terminaram o namoro, Lara vivia um momento muito complicado em sua vida. O Cassiano só amou e se apaixonou por ela. Mas acho que ele não pode se iludir. Se não sentir segurança no sentimento dela, deve se afastar e não encontrá-la mais. Porque só distante é que você esquece o outro", opina Thiago Rodrigues, acrescentando que o relacionamento dos dois tem uma outra função na história.

"O romance entre eles tenta consertar a história de amor de Irene (Glória Menezes) e Copola (Tarcísio Meira)", explica o actor, referindo-se à paixão mal-resolvida que cerca os avós dos dois.

Mesmo sabendo que a relação entre Lara e Cassiano tem peso na trama, o actor não prefere tomar partido na disputa amorosa, que ainda envolve Alícia e Céu (Deborah Secco). "Já vi que não adianta o actor criar expectativa porque a gente quebra a cara", brinca.

Por isso, todas as fãs de Cassiano na trama ainda têm chances. "O sentimento que ele tem por Alícia é muito recente. Os dois ainda estão se apegando. Ela é muito divertida, brinca com a vida. Na sexta passada, gravei uma cena em que ela diz para ele: 'Agora vamos tentar outra roupa', e ele gosta disso", conta Thiago, sobre a iniciativa da jovem de dar um banho de loja no namorado para levá-lo a uma boate.

Com Céu, a relação é mais carnal. Mas desde o casamento da moça com Orlandinho (Iran Malfitano), o cantor optou pela discrição e por respeitar a relação do casal. "A Céu é daquelas mulheres que você não esquece. Ele é simples e se assusta quando ela vem naquela eloqüência. Ele gosta dela, mas acho que o tesão é o que mais pesa na relação. Ela poderia vir com a mesma sensualidade, mas de outra forma, mais mansinha", analisa o actor.

O autor de A Favorita já demonstrou interesse em explorar uma relação entre sua personagem e Catarina, mas até agora nada foi ao ar. Por quê?
Na verdade, não entrei na novela para fazer uma homossexual. A função da Stela é mexer na relação do Léo (Jackson Antunes) e da Catarina, mas o que já é certo é a relação de amizade entre as duas, que será cada vez mais forte. Existe a possibilidade de algo a mais, só que o João Emanuel não me adiantou nada. Mas vejo que o texto é conduzido para abrir essa possibilidade.

Você entrou na novela três meses depois da estreia e interpretando uma personagem sem muitas informações. Foi complicado?
É uma experiência diferente, até pela importância da personagem na história. Mas dei muita sorte porque caí em um núcleo que faz sucesso e é repleto de pessoas que admiro. Já trabalhei com a Lilia em Pedra Sobre Pedra e é maravilhoso atuar ao lado de alguém que a gente sabe que tem seriedade e que é profissional. Além dela, estou ali pertinho do Tarcísio (Meira), Chico Diaz, Jackson Antunes, são vários nomes de peso da emissora.

A Stela é dona de um restaurante e aparece cozinhando em vários momentos. Você precisou de uma preparação específica para esse papel?
Como eu não entrei no início da novela, não rolou nada específico. Geralmente, antes de gravar uma cena que envolva algo mais complexo na culinária, eu recebo o apoio de profissionais especializados que me ajudam. Mas tudo antes de gravar, nada muito exagerado. Até agora, tenho gostado muito do que vi.

A sexualidade da Stela ainda é incerta, mas o próprio texto indica esse amor platônico de sua personagem. Como você pretende trabalhar isso no ar caso a relação das duas evolua?
Será um casal como outro qualquer. Acho que o bacana é mostrar que não é nada de outro mundo. Assim como um homem e uma mulher que se amam, duas mulheres podem experimentar isso também. Tenho várias amigas que são gays e elas não são diferentes das outras mulheres. O que é inovador nessa história é a idade das personagens. É muito comum ver relações gays na TV entre jovens, mas não entre pessoas mais experientes. Tanto que eu trabalhei bem esse lado sério. Se acontecer em A Favorita, vai ser de uma forma madura, tranqüila.

De que forma você trabalhou essa seriedade na personagem?
Desde o início penso nisso. Antes de começarem as gravações, sugeriram um aplique para o meu cabelo. Aí fiquei pensando que não seria legal. Imaginei que poderia parecer meio gostosona, exuberante demais. Depois de algumas reflexões decidiu-se por esse corte mais clássico e simples mesmo. Isso me ajudou a, junto com os gestos e o texto da Stela, deixá-la com esse ar de seriedade. Acho que isso também aproxima ela da Catarina e ajuda a, de repente, aflorar esse sentimento entre elas.

A possibilidade de rejeição a uma personagem lésbica assusta você?
Não, eu seria doida se não torcesse por esse romance entre a Stela e a Catarina. Fiquei sabendo disso pela imprensa, mas adorei a possibilidade. Passei muito tempo esperando personagens mais densos. Hoje o que eu quero é ter história. Por mim, a Stela pode ser da máfia, louca e lésbica! Quanto mais conflitos, mais gratificante é o trabalho. Não gostaria que minha participação na novela se resumisse a uma mulher que chegou ali para abrir um restaurante e cozinhar bem.

Como são as reações do público em relação a isso?
Vejo muita gente torcendo para que a história se desenvolva. A trama da Catarina tem um apelo popular muito forte. Como a Stela está diretamente ligada à história, ouço muita gente revoltada sobre a forma como o Léo trata a mulher. Em nenhum momento ouvi algum comentário ruim sobre a aproximação das duas. A grande verdade é que não acho que o homossexualismo ainda seja um grande bicho de sete cabeças. A sociedade já avançou, hoje em dia as pessoas estão mais abertas para essa realidade.


22
Nov 08

Depois de "A favorita", espera-se que deixam de usar termos como "tabu" ou "polêmica" na hora de falar dos personagens homossexuais das novelas. A trama de João Emanuel Carneiro trata do tema com toda delicadeza possível e de uma forma natural raramente vista na TV.  A cena em que Stela (Paula Burlamaqui) sai do armário para Catarina (Lília Cabral) foi um exemplo disso. Do texto escrito pelo autor à intepretação das actrizes. 

A dona do restaurante confessa a amiga que amava uma outra mulher. Ao ouvir a declaração, Catarina, com o show que é de costume de Lília, não ficou surpresa nem chocada. Mesmo sendo caipiria e provinciana, a personagem não dá sinais de preconceito, mas reconhece, num simples olhar, que sabe pouco do mundo e que ainda precisa viver muito. As duas podem até não ter um caso como era previsto no início da trama, mas Stela surgiu na trama para salvar Catarina.

Paula Burlamaqui, que já tinha tido uma grande chance em "América", vive mais um bom momento na carreira. Perseguida pelo estigma da loura gostosa, a actriz encontrou o tom certo para sua Stela.

Esta cena voltará a dar hoje às 23:55.


01
Nov 08

Ela é má, invejosa e falsa. Pode-se dizer que é, até mesmo, uma grande actriz, já que engana muitas pessoas com seu jeitinho simples e amigo.

 

Se as características acima o fizeram lembrar de Flora, acertou em cheio. A vilã de A Favorita nunca escondeu sua obsessão por Donatela e sempre quis TUDO o que fosse da mocinha.

Não escapa nada! Desde as jóias, a mansão dos Fontini, o namorado Zé Bob, a filha Lara, até o guarda-roupa.

E você? Se estivesse vivendo a mesma situação da personagem de Patrícia Pillar, o que você invejaria? O elenco da novela já tem sua opinião. Confira!

Giulia Gam
“A paixão pelo Zé Bob. Todo mundo quer um amor verdadeiro. Que sobrevive à morte. O Zé antes era um galinha e depois se transformou, se manteve fiel mesmo pensando que a Donatela estava morta. É uma coisa linda, ele esperou por ela e ela por ele. Acho que todas as pessoas gostariam de um amor como o dos dois.”

Lília Cabral
“Eu quero as bolsas! Elas são maravilhosas. Não perderia nenhuma!”

[NDVD_988.BMP]Emanuelle Araújo
“Com certeza o amor da filha. A Flora, mesmo sendo a mãe biológica, nunca conseguiu ter da Lara nenhum tipo de sentimento verdadeiro. Amor mesmo ela só tem pela Donatela. Afinal, foi a mãe de criação que ensinou tudo para ela e que fez dela a pessoa que é hoje. E isso, nem a Flora, nem ninguém pode roubar. O amor da filha é tanto que continua fiel mesmo depois da morte da mãe, pois ela acha que a Donatela está morta.”

Lúcio Mauro
“O carácter e a determinação. Apesar de todo sofrimento – a perda dos bens, do amor da filha, o tempo na prisão – a Donatela continuou firme em seu propósito. Ela quer gritar para o mundo que é inocente! Essa mulher é um exemplo.”

Mariana Ximenes
“Eu queria da Donatela o amor que ela sente pela filha. É real e para sempre. Mesmo ela não sendo mãe da Lara de verdade, manteve esse laço maternal e de amizade.”

StelaPaula Burlamaqui
“O amor da Lara. Nada é maior que um amor entre um filho e uma mãe. A Lara ama tanto a Donatela, que não cedeu às investidas da Flora, mesmo achando que a mãe estava morta.”

Cláudia Missura
“O carácter incorruptível. A Donatela é íntegra e não se deixa influenciar. Ela é humana – sofre, erra, acerta – e consegue ter um eixo. Tem conduta e é forte. Lembro muito no início da novela, que ela fazia as coisas sem pensar porque tinha medo, por exemplo, de perder a filha para a Flora. O medo é uma característica do ser humano e, por isso, ela foge um pouco do estereótipo de mocinha.”

Site Oficial


17
Set 08

Hoje a essa hora horrorosa que está no titulo vai dar uma capítulo importante pois hoje será o julgamento de Donatela onde Lara vai testemunhar e também Maíra vai ser atropelada! Hoje também vai chegar uma nova personagem a Triunfo, ela é Stela interpretada por Paula Burlamaqui e terá um restaurante lá.


27
Jun 08

No primeiro encontro que tem com Flora (Patrícia Pillar) depois da prisão dela, Gonçalo (Mauro Mendonça) ameaça reagir com violência caso ela continue tentando se aproximar de sua família. 
Na sua mansão, o empresário avisa a Lara (Mariana Ximenes) e Irene (Glória Menezes) que não quer mais nenhuma ligação de ambas com a ex-detenta. E comunica: a mulher, a neta e Donatela (Claudia Raia) viajarão com ele para Paris.
Assim que pode, Flora vai até a escola de música encontrar Irene, mas é surpreendida, justamente, por Gonçalo. O poderoso quase surta e dá um tapa na cara da ex-amante do filho quando ela acusa Donatela de ter matado Marcelo (Deco Mansilha).
Descontrolado, Gonçalo ameaça se separar de Irene se ela voltar a ver Flora. Na sequência, ele manda que os seus seguranças dopem a ex-presidiária e sumam com ela. Numa cena seguinte, a sequestrada acorda num cemitério, dentro de um mausoléu cheio de caixões. Resumindo: é enterrada viva. Ainda meio sonolenta, ela vê um bilhete do seu lado. Lá está escrito: "Da próxima vez, você não acordará".

A personagem que a actriz Paula Burlamaqui interpretará a partir de Agosto na novela global A Favorita deve se apaixonar por Catarina, dona-de-casa vivida pela actriz Lília Cabral. Chamada de Stela, a mulher misteriosa terá um restaurante em Triunfo, cidade imaginária onde se desenrola parte do enredo.
Em entrevista ao site Extra Online - que pertence à Globo - Paula não confirmou se as duas terão um romance lésbico, mas disse que sua personagem "vai entrar na vida" do casal, "provavelmente formando um triângulo amoroso". 
Stela entrará na história no exacto momento em que os espectadores estarão comovidos com a situação de Catarina, que sofre por conta do machismo de seu marido Léo (Jackson Antunes). "Estar no meio dessa polémica pode ser interessante", disse Burlamaqui.
Antes da novela entrar no ar, Lília declarou para o site Folha Online que a sua personagem não seria homossexual, "mas se essa polêmica vir, virá de uma forma elegante". A actriz completou, ainda, que tudo seria "muito dentro daquilo que as pessoas de facto sentem ao se sentir tocadas pela cumplicidade e amizade".

Catarina


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Enquete
Resultado da 1ª enquete: Quem está falando a verdade? Donatela 66% | Flora 34% | 228 votos Resultado da 2ª enquete: Halley ama Lara de verdade? Sim 50% | Não 22% | Nem ele sabe 28% | 208 votos Resultados da 3ª enquete: Com quem Cassiano deve ficar? Alícia 40% | Lara 38% | Céu 27% | 244 votos Resultados da 4ª enquete: Qual dos vilões deve morrer? Flora 51% | Os três 21% | Dodi 18% | Silveirinha 10% | 312 votos Resultados da 5ª enquete: Catarina fica com... Vanderlei 43% | Stela 41% | Sozinha 15% | Leo 1% | 130 votos
blogs SAPO