Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Favorita

Blog sobre a novela A Favorita

Blog sobre a novela A Favorita

A Favorita

30
Nov08

Halley sofrerá pensando ser irmão de Lara e esta volta para Cassiano

Tititi

Com a  reconciliação de Lara (Mariana Ximenes) e Cassiano (Thiago Rodrigues), em "A favorita", Halley (Cauã Reymond) vai sofrer muito. Mas vai mostrar também que se redimiu. Ao acreditar que ele e Lara são meio-irmãos (apesar de não serem, porque Lara é, na verdade, filha de Dodi, e ele é filho de Marcelo), o até então jovem inconsequente mostrará que tem caráter.  Halley - herdeiro dos Fontini - vai preferir abrir mão de Lara, da herança e ficará em silêncio para não prejudicar Cilene (Elizângela), que poderá ser presa se a verdade vier à tona, já que o seqüestrou quando ele era bebê.   

Cauã admite que Halley é  o  "melhor e mais difícil papel" que  fez até hoje na TV.

- Não dá para relaxar um segundo porque ele transita por todos os núcleos da novela. Eu não posso fazer o mesmo Halley que eu faço com a Cilene (Elizângela) quando estou na empresa dos Fontini, por exemplo. Tenho que estar sempre alerta para essas mudanças de comportamento dele - diz Cauã. -  O Halley está amadurecendo com o tempo. Por isso também dá trabalho, porque, às vezes, eu o faço como ele era no início da história. Não dá para mudá-lo totalmente de uma hora para a outra. Nem queremos isso. 

Sobre seu futuro com Lara, Cauã afirma que já "se sente um vitorioso" por ter conseguido conquistar a mocinha, até então par do certinho Cassiano. E torce para uma final feliz com ela.

- O Cassiano e a Lara têm uma energia muito parecida. E eu acredito que, numa relação, as pessoas precisam ter coisas diferentes, opiniões diferentes, senão fica cansativo. Se eu namorasse uma atriz que fosse surfista como eu (sua namorada é a atriz Grazi Massafera), acho que não seria legal. É preciso ter diferenças.

29
Nov08

A vontade dos actores!

Tititi

Deborah Secco quer Céu e Orladinho juntos

Deborah Secco quer que sua personagem na novela A Favorita, Maria do Céu, termine a trama com o homossexual Orlandinho (Iran Malfitano), conforme publicou Patrícia Kogut em seu blog.

"Torço muito pelo amor deles. Minha avó e minha irmã também. O público torce, fica até me dizendo que ele pode virar homem", disse ela.

"Se ela terminar com o Cassiano (Thiago Rodrigues) é mais genuíno, ela sempre o amou, mas a torcida pelo Orlandinho é maior. Eles podem se tornar grandes amigos e viver juntos assim, por que não?", completou.

A actriz disse também acreditar que o filho que sua personagem espera seja de Cassiano.

Segundo Deborah, Céu já está começando a se arrepender dos seus erros. "Já disse que a vida dela é muito suja. Sinto que as pessoas querem que ela encontre um caminho certo".

Iran Malfitano diz que Orladinho deve ser feliz com um rapaz

Iran Malfitano disse ao blog da colunista de TV Patrícia Kogut que quer seu personagem, o homossexual Orlandinho, fique com Cassiano (Thiago Rodrigues) no final da novela A Favorita.

Segundo ele, não há chances de seu personagem ficar com Halley (Cauã Reymond), já que o autor João Emanuel Carneiro "deve ter outros planos para o desfecho de Halley".

"Se ele ficasse com uma mulher no final, perderia a força. Então eu queria que ele se apaixonasse por outro personagem. Poderia bem ser o Cassiano", disse o actor.

Malfitano contou ainda que não esperava todo o sucesso de seu papel. "Quando João Emanuel me convidou para a novela, avisou que seria por pouco tempo. Fico muito feliz de ter ficado porque deu certo. Até eu me surpreendo com o que estou fazendo em cena. Nunca pensei que seria capaz de interpretar um personagem gay tão bem".

Nos próximos capítulos da novela, Orlandinho terá uma crise de ciúmes de Céu (Deborah Secco) e irá tirar satisfações com alguns rapazes que olharão para ela. No dia seguinte, entretanto, ele explica a mulher que continua o mesmo.

Os finais de Carmo Dalla Vecchia:

FLORA
Não pode morrer. Termina entrando na cadeia para cumprir mais 18 anos. Passa o tempo fazendo risquinhos na parede e pensando em Donatela.

DONATELA
É a mocinha da história. Tem final feliz com Zé Bob.

DODI (MURILO BENÍCIO)
Vai abrir o olho com a Flora. Nunca falei isso para ele porque tenho vergonha,mas sou fã do Murilo. Quando crescer quero ser igual a ele.

IRENE (GLÓRIA MENEZES)
Tem que se ferrar. Ficar sozinha e rica. Depois dos flashbacks, que mostra o quanto Donatela foi boa com a Lara, não justifi ca Irene ter problemas com ela desde o começo.

HALLEY (CAUÃ REYMOND)
Tem o DNA do Foguinho (personagem de Lázaro Ramos em ‘Cobras e Lagartos’). Ainda vai ter a virada de Halley e ele vai terminar melhor.

LARA (MARIANA XIMENES)
Acho sujeira ela beijar a boca e dizer que ama o Halley e ir ao
show do Cassiano
(Thiago Rodrigues). No fi m, fi ca com o Cassiano.

ROMILDO (MILTON GONÇALVES)
O fim dele é na cadeia.

CÉU (DEBORAH SECCO)
Tem que ficar rica ao lado de um cara milionário, que pegue ela de verdade. ‘Tô
pagaaaando’.

AUGUSTO CÉSAR (ZÉ MAYER)
Volta a cantar e faz sucesso.

Cláudia Ohana quer que Cida fique com Juca (Bento Ribeiro)

Cláudia Ohana contou, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, em São Paulo, qual o final que prefere para sua personagem em A Favorita, Cida. A atriz torce para que a caminhoneira termine com Juca (Bento Ribeiro), seu namorado.

"Tomara que eles fiquem juntos. Vai ter um conflito por ele usar drogas, mas torço para que dê certo", disse.

Para a Cláudia, outro factor que ajuda para que o relacionamento aconteça é a pressão da família da personagem. "A família quer que ela case. Filha solteira e caminhoneira é complicado."

Lara e Cassiano reatam namoro em  A Favorita

"É possível que eles voltem porque quando terminaram o namoro, Lara vivia um momento muito complicado em sua vida. O Cassiano só amou e se apaixonou por ela. Mas acho que ele não pode se iludir. Se não sentir segurança no sentimento dela, deve se afastar e não encontrá-la mais. Porque só distante é que você esquece o outro", opina Thiago Rodrigues, acrescentando que o relacionamento dos dois tem uma outra função na história.

"O romance entre eles tenta consertar a história de amor de Irene (Glória Menezes) e Copola (Tarcísio Meira)", explica o actor, referindo-se à paixão mal-resolvida que cerca os avós dos dois.

Mesmo sabendo que a relação entre Lara e Cassiano tem peso na trama, o actor não prefere tomar partido na disputa amorosa, que ainda envolve Alícia e Céu (Deborah Secco). "Já vi que não adianta o actor criar expectativa porque a gente quebra a cara", brinca.

Por isso, todas as fãs de Cassiano na trama ainda têm chances. "O sentimento que ele tem por Alícia é muito recente. Os dois ainda estão se apegando. Ela é muito divertida, brinca com a vida. Na sexta passada, gravei uma cena em que ela diz para ele: 'Agora vamos tentar outra roupa', e ele gosta disso", conta Thiago, sobre a iniciativa da jovem de dar um banho de loja no namorado para levá-lo a uma boate.

Com Céu, a relação é mais carnal. Mas desde o casamento da moça com Orlandinho (Iran Malfitano), o cantor optou pela discrição e por respeitar a relação do casal. "A Céu é daquelas mulheres que você não esquece. Ele é simples e se assusta quando ela vem naquela eloqüência. Ele gosta dela, mas acho que o tesão é o que mais pesa na relação. Ela poderia vir com a mesma sensualidade, mas de outra forma, mais mansinha", analisa o actor.

O autor de A Favorita já demonstrou interesse em explorar uma relação entre sua personagem e Catarina, mas até agora nada foi ao ar. Por quê?
Na verdade, não entrei na novela para fazer uma homossexual. A função da Stela é mexer na relação do Léo (Jackson Antunes) e da Catarina, mas o que já é certo é a relação de amizade entre as duas, que será cada vez mais forte. Existe a possibilidade de algo a mais, só que o João Emanuel não me adiantou nada. Mas vejo que o texto é conduzido para abrir essa possibilidade.

Você entrou na novela três meses depois da estreia e interpretando uma personagem sem muitas informações. Foi complicado?
É uma experiência diferente, até pela importância da personagem na história. Mas dei muita sorte porque caí em um núcleo que faz sucesso e é repleto de pessoas que admiro. Já trabalhei com a Lilia em Pedra Sobre Pedra e é maravilhoso atuar ao lado de alguém que a gente sabe que tem seriedade e que é profissional. Além dela, estou ali pertinho do Tarcísio (Meira), Chico Diaz, Jackson Antunes, são vários nomes de peso da emissora.

A Stela é dona de um restaurante e aparece cozinhando em vários momentos. Você precisou de uma preparação específica para esse papel?
Como eu não entrei no início da novela, não rolou nada específico. Geralmente, antes de gravar uma cena que envolva algo mais complexo na culinária, eu recebo o apoio de profissionais especializados que me ajudam. Mas tudo antes de gravar, nada muito exagerado. Até agora, tenho gostado muito do que vi.

A sexualidade da Stela ainda é incerta, mas o próprio texto indica esse amor platônico de sua personagem. Como você pretende trabalhar isso no ar caso a relação das duas evolua?
Será um casal como outro qualquer. Acho que o bacana é mostrar que não é nada de outro mundo. Assim como um homem e uma mulher que se amam, duas mulheres podem experimentar isso também. Tenho várias amigas que são gays e elas não são diferentes das outras mulheres. O que é inovador nessa história é a idade das personagens. É muito comum ver relações gays na TV entre jovens, mas não entre pessoas mais experientes. Tanto que eu trabalhei bem esse lado sério. Se acontecer em A Favorita, vai ser de uma forma madura, tranqüila.

De que forma você trabalhou essa seriedade na personagem?
Desde o início penso nisso. Antes de começarem as gravações, sugeriram um aplique para o meu cabelo. Aí fiquei pensando que não seria legal. Imaginei que poderia parecer meio gostosona, exuberante demais. Depois de algumas reflexões decidiu-se por esse corte mais clássico e simples mesmo. Isso me ajudou a, junto com os gestos e o texto da Stela, deixá-la com esse ar de seriedade. Acho que isso também aproxima ela da Catarina e ajuda a, de repente, aflorar esse sentimento entre elas.

A possibilidade de rejeição a uma personagem lésbica assusta você?
Não, eu seria doida se não torcesse por esse romance entre a Stela e a Catarina. Fiquei sabendo disso pela imprensa, mas adorei a possibilidade. Passei muito tempo esperando personagens mais densos. Hoje o que eu quero é ter história. Por mim, a Stela pode ser da máfia, louca e lésbica! Quanto mais conflitos, mais gratificante é o trabalho. Não gostaria que minha participação na novela se resumisse a uma mulher que chegou ali para abrir um restaurante e cozinhar bem.

Como são as reações do público em relação a isso?
Vejo muita gente torcendo para que a história se desenvolva. A trama da Catarina tem um apelo popular muito forte. Como a Stela está diretamente ligada à história, ouço muita gente revoltada sobre a forma como o Léo trata a mulher. Em nenhum momento ouvi algum comentário ruim sobre a aproximação das duas. A grande verdade é que não acho que o homossexualismo ainda seja um grande bicho de sete cabeças. A sociedade já avançou, hoje em dia as pessoas estão mais abertas para essa realidade.

28
Nov08

Donatela começa a tratar Halley como seu filho

Tititi

O reencontro é emocionante, pelo menos para ela.

É a primeira vez que eles se falam, depois que Donatela já sabe ser sua mãe. Preparada para o momento com um cesto cheio de pães, bolo e frutas, ela o chama para fazer um lanche.

Durante a refeição, eles conversam e ela acaba contando que tem uma filha, que vive com os avós paternos, e um filho: “Eu... fui impedida de conviver com o meu filho, de ver ele crescer... uma história muito triste, mas... agora a vida tá nos reaproximando... eu acho que, finalmente, nós vamos poder ser mãe e filho...”.

A cumplicidade entre os dois é tanta, que ele admite não se chamar Luis, mas Halley e revela que está mesmo ali a mando de Gonçalo. Eles conversam também sobre o namoro dele com Lara e o rapaz reafirma veementemente seu amor pela estudante. E o bate-papo é interrompido justamente por Lara, que chega ali já chamando pelo namorado.

Donatela aproveita que ele está na cozinha e logo vai embora sem ser vista, mas volta no dia seguinte, trazendo uma surpresa para o filho. Ela se deixa levar pelo momento e fica babando, encantada, ao ver o filhote cantando e lavando louça.

Quando ele percebe, ela disfarça e lhe entrega um animalzinho, que trouxera enrolado em uma manta. “Que bicho é esse?”, Halley quer saber. Donatela brinca que ele não teve infância e explica que é um porquinho da índia e que toda criança sonha ter um.

“Não sou mais exatamente uma criança...”, ele diz, divertido, e pede para dar o animalzinho para a namorada. Levemente emocionada, Donatela aceita e completa:

“Ela certamente, ao contrário de você, quando era criança deve ter tido um...”.

Donatela finalmente encontrou Mateus, e daqui por diante vai fazer de tudo para recuperar o tempo perdido.
26
Nov08

Hoje Donatela vai a casa de Cilene tirar satisfações!

Tititi

O encontro entre Donatela (Claudia Raia) e Cilene (Elizângela) promete estremecer as paredes da casa da cafetina, em “A favorita”. É que, após ler a carta em que a agenciadora de mulheres confessa ser Halley (Cauã Reymond) o seu filho com Marcelo (Flavio Tolezani) sequestrado no passado, a ex-presidiária, parte como uma bala até a casa da ex manicure (veja trechos do diálogo no quadro abaixo).

Lá, Cilene leva um susto ao vê-la em sua frente. Afinal, ela acreditava que Donatela estivesse morta. As duas discutem e a cafetina tenta se explicar. “Desde que pensei que você tivesse morrido, eu passo duas horas rezando todos os dias em intenção da sua alma. Sei que o que fiz não tem perdão, mas não tive outra saída”, lamenta Cilene, referindo-se ao depoimento falso que deu à polícia.

Donatela não se comove: “E agora eu sei porque você não teve saída, porque ia ter que assumir o seqüestro do meu filho”. Cilene se assusta: “Como você sabe disso?”.

A ex-perua mostra a carta, mas não diz que foi Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) que a conseguiu com Manu (Emanuelle Araújo). A prostituta dá a missiva ao jornalista na tentativa de se proteger de Dodi (Murilo Benício) e Flora (Patrícia Pillar), que querem o documento.

Depois de muito choro e pedido de desculpas, Cilene garante a Donatela que está do lado dela e fará tudo para ajudá-la a acabar com Flora e sua trupe.

Veja trechos do diálogo entre Donatela e Cilene

Cilene: Minha carta! Como você conseguiu?

Donatela: Isso não importa. A Flora descobriu que você e o Silveirinha seqüestraram meu filho e te chantagearam para você mudar o depoimento, não foi isso?

Cilene: Mas eu não sabia que aquele menino era seu filho, eu juro. Silveirinha chegou aqui, com ele nos braços, dizendo que era um sobrinho, que os pais não podiam criá-lo. Fui me apegando ao menino.... Meu maior medo era perder o Halley, medo de ele não acreditar em mim, medo de ele me odiar.

Donatela: Cilene, você pensa que esse número de coitadinha me comove? Você é sonsa, fica aí dizendo que tudo que fez foi pelo Halley, mas acho que nem dele você gosta.

Cilene: Como assim?

Donatela: Como é que uma mulher católica permite que ele namore a própria irmã? Como você pode deixar isso acontecer? Que tipo de mãe é você?

Cilene: Ah, Donatela, nem sei como vou dizer isso, mas...

Donatela: Mas o quê?

Cilene: O Halley e a Lara não são irmãos.

Donatela: Como não? São filhos do Marcelo.

Cilene: Aí é que tá. A Lara não é filha do Marcelo.

Donatela: Como é que é?

Cilene: A Lara é filha do Dodi.

Donatela: O que você está me dizendo?

Cilene: É isso mesmo, amiga. A Flora passou a perna em todo mundo. O único filho do Marcelo, o único herdeiro dos Fontini é o Halley.

Hoje às 23:45.

25
Nov08

HOJE Donatela descobre que é mãe de Halley!

Tititi

Título da Matéria

A carta de Cilene, aquela que ela escreveu contando tim-tim por tim-tim por que trocou o depoimento sobre o assassinato de Marcelo, o sequestro do bebê de Donatela e a verdadeira origem de Halley, está nas mãos de Zé Bob!

Na verdade, a carta vai de mãos beijadas para o jornalista. É que Manu, com medo que Dodi ou Flora encontrem o documento, pede que Zé Bob seja o guardião da prova que pode arruinar os planos dos vilões.

Quando Zé Bob chega em casa com a carta nas mãos, Donatela mal se aguenta de tanta ansiedade para saber o que está escrito. Mas a curiosidade do jornalista, dessa vez, não fala tão alto e ele entrega a carta para que a namorada leia primeiro.

Donatela abre o envelope e a emoção começa a tomar conta com a descoberta:

“Não é possível! Não é possível! Zé... O Halley, Zé! O Halley é... É o Mateus! É o Mateus! Meu filho! Meu filhinho que foi sequestrado... Ele está vivo, Zé!! É o Halley!!!”.

Sem revelar a verdade a ele, ela dará um jeito de se aproximar e eles vão conviver e estabelecer um vínculo afectivo. Mas logo revelará a verdade ao rapaz. Toda a verdade. Halley, sabendo que é filho de Marcelo, contará tudo a Gonçalo (Mauro Mendonça), inclusive revelará a ele todas as maldades cometidas por Flora. Antes de morrer - assassinado por Flora - Gonçalo terá a grande alegria de saber que é avô do rapaz, com quem sempre simpatizou gratuitamente.

João Emanuel decidiu não deixar para o final da novela a relação dos dois. Alguns capítulos mais tarde, Halley também ficará sabendo que Donatela é sua mãe. Ele se aliará a ela contra Flora (Patrícia Pillar).

É imperdível, hoje às 23:35!!

Hoje cheguei aqui e vi que cheguei ao comentário nº 200! No outro blog só cheguei ao nº 200 em Maio de 2007, ou seja, 8 meses depois de criar o blog e aqui cheguei lá 5 meses depois da criação do blog. Este blog sem dúvida tem sido um sucesso, foi o que mais sucesso teve dos 5 que já fiz!

Continuem a visitar e obrigada! Já agora ficam os parabéns à Taís Araújo, a Alícia que faz hoje 30 anos!

23
Nov08

Elias deixa Damião paraplégico!

Tititi

Inconformado com a traição de Damião (Malvino Salvador), Elias (Leonardo Medeiros) inicia uma briga ao encontrá-lo e acaba deixando o operário inconsciente.
Romildo (Milton Gonçalves), que chega a Triunfo logo após a briga, ao ver o filho de Arlete (Angela Vieira) desmaiado, o leva às pressas para o hospital.
Damião passa por uma cirurgia e descobre que sofreu uma lesão medular e, mesmo ouvindo um diagnóstico optimista dos médicos por uma recuperação total, ele sofre com a possibilidade de ficar paralisado da cintura para baixo.

Na Telinha

 

Hoje às 23:00! E não percam esta semana porque é uma semana muito importante em que Donatela vai descobrir que é mãe de Halley!

22
Nov08

A Favorita trata da homossexualidade de uma forma delicada nunca antes vista

Tititi

Depois de "A favorita", espera-se que deixam de usar termos como "tabu" ou "polêmica" na hora de falar dos personagens homossexuais das novelas. A trama de João Emanuel Carneiro trata do tema com toda delicadeza possível e de uma forma natural raramente vista na TV.  A cena em que Stela (Paula Burlamaqui) sai do armário para Catarina (Lília Cabral) foi um exemplo disso. Do texto escrito pelo autor à intepretação das actrizes. 

A dona do restaurante confessa a amiga que amava uma outra mulher. Ao ouvir a declaração, Catarina, com o show que é de costume de Lília, não ficou surpresa nem chocada. Mesmo sendo caipiria e provinciana, a personagem não dá sinais de preconceito, mas reconhece, num simples olhar, que sabe pouco do mundo e que ainda precisa viver muito. As duas podem até não ter um caso como era previsto no início da trama, mas Stela surgiu na trama para salvar Catarina.

Paula Burlamaqui, que já tinha tido uma grande chance em "América", vive mais um bom momento na carreira. Perseguida pelo estigma da loura gostosa, a actriz encontrou o tom certo para sua Stela.

Esta cena voltará a dar hoje às 23:55.

21
Nov08

Stela conta a Catarina que é homossexual

Tititi

No capítulo de hoje da novela “A Favorita” dará a tão esperada cena em que Stela (personagem de Paula Burlamaqui) conta a Catarina (Lilia Cabral) que teve um relacionamento com outra mulher no passado.
Numa cena sensível e com belíssimas actuações, Stela, ao olhar emocionada para o retrato de Isabel, se abre com a amiga e conta sobre seu caso lésbico. “A Isabel era mais que minha amiga”, diz a dona do restaurante a Catarina, que fica perdida, sem saber o que pensar. “A Isabel é meu amor, minha amada, minha amante”, continua.
Stela revela então que foi casada com Isabel por 10 anos e que criaram juntas Gabriel (Bruno Bezerra), de 8 anos. Catarina fica surpresa e diz que elas não parecem lésbicas porque são muito femininas.
Apesar de incluir a temática da homossexualidade na novela, o autor João Emanuel Carneiro disse em entrevista recente que Stela e Catarina não terão um romance.
Leia a transcrição da cena abaixo e assista ao vídeo no player acima.
Stela: A Isabel era mais que minha amiga. A Isabel é meu amor, minha amada, minha amante.
Catarina: Eu sei, eu entendi.
Stela: A Isabel era minha namorada. Nós fomos casadas.
Catarina: Stela, eu acho que você falou... Não, eu acho que eu entendi. Você falou que foi casada com uma mulher?
Stela: É, eu e Isabel fomos casadas durante 10 anos. Você está chocada?
Catarina: Pelo amor de Deus, não me leve a mal, é que eu não esperava. Na verdade eu não entendo muito bem dessas coisas.
Stela: Não tem que entender, Catarina. Você só tem que entender o que é o amor. Eu conheci Isabel numa viagem, quando eu tinha acabado de separar do meu marido, nos conhecemos e nos apaixonamos.
Catarina: Ela era casada?
Stela: Ela já era separada. Decidimos nos casar, mudamos para Porto Alegre, abrimos nossos restaurantes... Dividimos uma casa, criamos juntas o Gabriel, que é aquele menino que você conheceu, enfim, vivemos uma história de amor como qualquer casal...
Catarina: Agora eu estou entendendo.
Stela: Eu fiquei com ela até o final. Muito duro. Ela queria tanto viver. Mas a gente sabia que ela ia morrer.
Catarina: Posso ver? - pega a foto de Isabel. É estranho porque olhando vocês duas não parece que vocês são... você entende... vocês são tão femininas...
Stela: Não tem nada disso. Duas mulheres podem ser delicadas, femininas, mesmo assim se amarem...
Catarina: É bobagem minha, eu sou meio tonta pra essas coisas mesmo... Olha, eu preciso ir mesmo...
Stela: Catarina. Obrigada por tudo, viu? Obrigada.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Enquete

Resultado da 1ª enquete: Quem está falando a verdade? Donatela 66% | Flora 34% | 228 votos Resultado da 2ª enquete: Halley ama Lara de verdade? Sim 50% | Não 22% | Nem ele sabe 28% | 208 votos Resultados da 3ª enquete: Com quem Cassiano deve ficar? Alícia 40% | Lara 38% | Céu 27% | 244 votos Resultados da 4ª enquete: Qual dos vilões deve morrer? Flora 51% | Os três 21% | Dodi 18% | Silveirinha 10% | 312 votos Resultados da 5ª enquete: Catarina fica com... Vanderlei 43% | Stela 41% | Sozinha 15% | Leo 1% | 130 votos

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D