21
Fev 09

Silveirinha - Recebe o perdão de Donatela e Irene e viaja para o interior. Por lá, vê duas meninas cantando música sertaneja e pede permissão ao pai delas para lançá-las na carreira.

Lara e Halley - Ao perceber que Lara é apaixonada por Halley, Cassiano termina o namoro. Na faculdade, Lara descobre que Halley está livre e vai atrás do milionário. Os dois trocam juras de amor e se reconciliam.

Léo - Depois de sair da cadeia, tenta o perdão da filha, mas é desprezado e vai embora de Triunfo.

Cida e Juca - Dois meses depois, a caminhoneira volta a Triunfo e se surpreende ao ver que Juca construiu a casa. Os dois reatam e se casam.

Alícia e Cassiano - Sem Lara, Cassiano vai ceder aos encantos de Alícia e os dois ficam juntos. A reaproximação começa no casamento de Cida e Juca: é ela quem pega o buquê.

Damião e Greice - O casamento de Cida e Juca vai servir para levar Damião e Greice para o altar. Ela diz que os dois já moram juntos, mas gostaria de oficializar a união. Damião topa.

Rita e Didu - A mãe de Camila também se empolga com a cena do casório de Cida e pede para pegar carona no mesmo barco. Didu, que vai substituir Elias no comando da prefeitura, aceita.

Stela e Catarina - Catarina desiste de se casar com Vanderlei alegando que quer aproveitar mais a vida e viaja com Stela para Buenos Aires. Elas vão apenas como boas amigas.

Átila e Lorena - Voltam às boas e terminam juntos.

Iolanda - Se conforma com o que chama de namorico entre Copola e Irene. Termina a novela sem um grande amor, mas fica ao lado das filhas e da família.

Mariana e Shiva - Apesar de não ser o pai legítimo, Shiva assume a filha da namorada. Na última cena dos dois, ele tenta colocar Úrsula para dormir e ainda a chama de filha.

Tuca e Pepe - No penúltimo capítulo rola um clima entre a jornalista e o músico. Ela se diz fã dele e pede autógrafo em seu CD dos Selvagens, ex-banda de Pepe e Augusto César.

Romildo e Arlete - O político consegue o perdão do filho Damião e ganha uma segunda chance de Arlete.

Orlandinho e Céu - Apaixonados, os dois têm final feliz com o filho dela e de Halley, Marcelo Edivaldo Donizeti é o nome do bebê que é uma homenagem aos pais de Halley (Marcelo), Céu (Edivaldo) e ao avô (Donizeti) de Orlandinho.

E assim terminou ontem A Favorita. Esta novela para mim está empatada no 1º lugar com Belíssima no meu ranking de melhores novelas. A Favorita teve coisas melhores do que Belíssima e vice-versa, não consigo escolher qual a que gostei mais. Já tinha ssistido ao último capítulo que devo reconhecer que esperava melhor, mas o resto da novela ultrapassou todas as minhas expectativas. Já estou cansada de falar bem desta novela maravilhosa que acompanhei quase durante 8 meses sem perder um único capítulo. Agora só me resta dizer que este blog também está a despedir-se pois na próxima semana vai fechar de vez, mas atenção, não vai ser apagado, apenas não vai ser mais actualizado. Tenho pena de o apagar pois tive tanto trabalho com ele e tive tanto prazer em o fazer. Nos proximos 2 dias serão postados vídeos que eu fiz em homenagem à Favorita e depois fecha.

Estou a pensar mudar-me dos blogs do sapo pois vejo que aqui o meu outro blog já não tem o sucesso de antes, mas isso logo se vê.


01
Jan 09

Lorena confessa para a irmã, Catarina, estar mesmo morrendo de vontade de dar uns amassos em Juca, o namorado da outra irmã, Cida. Mesmo casada, a bela diz que não consegue se controlar! E, por conta desta paixão, muita confusão acontecerá na recta final de "A Favorita". Átila começa a ficar com ciúme da relação da mulher com o ex-viciado, e vai inclusive procurar Cida para tirar satisfação sobre o comportamento do bofe. A personagem de Claudia Ohana, claro, vai ficar revoltada com a situação e, mais uma vez, deve terminar com o bonitão. E até Lorena vai começar a pensar no divórcio!

publicado por Tititi às 18:48

27
Out 08

Hoje Lorena (Gisele Fróes) não irá se conter. Indignada por ter sido traída pelo marido, com a própria irmã, ela dá um tapa na cara de Cida (Cláudia Ohana).

A dona-de-casa fica sabendo que a irmã teve um caso com seu marido Átila (Chico Diaz), no passado. E a revelação será feita pelo próprio Átila, o que deixará Lorena muito magoada e nervosa, fazendo com que ela não pense duas vezes e vá para a casa do pai Copola (Tarcísio Meira) tirar satisfações com Cida.

A confusão será grande. Cida tentará se explicar, mas Lorena não conseguirá perdoá-la. Por conta do episódio, a caminhoneira decidirá voltar para a estrada.

Também hoje Pedro prepara-se para mostrar o DVD no rancho quando há uma baixa de luz provocada por Dodi, descontrolado, Pedro acusa Flora na frente de todos. Hoje às 23:40.

TV Globo, reprodução

publicado por Tititi às 17:34

20
Set 08

augusto_blog1.jpgA novela “A Favorita”, da Globo, vai invadir outro programa da emissora carioca. Incentivados pelo filho e pelo avô, Augusto César (José Mayer) e Cassiano (Thiago Rodrigues) se apresentarão no “Domingão do Faustão” e arrancarão aplausos da platéia.

Já Cassiano fica surpreso quando Copola (Tarcísio Meira) lhe diz que, após inscrever a música que fez para Lara (Mariana Ximenes), ele foi selecionado para participar da atracção. Certo de que o neto fará muito sucesso após a apresentação, Copola o incentiva a cantar seu sucesso e a aproveitar para  se despedir de Lara, que viajará para o exterior e ficará dois meses fora. Apesar da animação do avô, ele acha que é muita responsabilidade cantar ao vivo em um programa de tv.

 

Inseguranças à parte, Augusto César e Cassiano vão ao “Domingão do Faustão”. Apresentado como o maior ídolo da década de 80, Augusto César, depois de quase desistir da apresentação nos bastidores, bate um papo rápido com o apresentador e começa a cantar.  Durante a música, o ex-roqueiro arranca reacções vibrantes da platéia, mas baqueia e, desesperado, sai correndo do palco.Augusto César recebe de Shiva (Miguel Rômulo) a notícia de que a produção do programa dominical entrou em contacto por telefone para tê-lo no palco apresentando seus sucessos ao vivo. Ainda triste com a morte de Maíra (Juliana Paes), o cantor diz que o filho enlouqueceu, já que ele não canta há mais de dez anos. Para convencer Augusto, o garoto lembra que o sonho da jornalista era vê-lo voltar a cantar e, para homenageá-la, deveria aceitar a proposta. Sensibilizado, o ex-roqueiro volta atrás e concorda em se apresentar.

 

Sem tanto entusiasmo do público, Cassiano é apresentado por Fausto Silva como um jovem talento e, após exibir depoimentos dos familiares para que todos o conheçam melhor, o convoca a cantar seu sucesso. Após a apresentação, o operário arranca aplausos da platéia, enquanto Átila (Chico Diaz), Copola e Lorena (Gisele Fróes) comovem-se nos bastidores.

augusto_blog3.jpgcassiano_blog4.jpgcassiano_blog5.jpgcassiano_blog3.jpgcassiano_blog2.jpgcassiano_blog.jpgfausto_blog1.jpgfausto_blog2.jpgfausto_blog3.jpgthiago_blog3.jpg

publicado por Tititi às 15:54

08
Set 08

Num papo delicioso e cheio de novidades, o autor de A Favorita, João Emanuel Carneiro, fala do desafio diário de escrever uma novela das 9. E, sobretudo, da polêmica que causou ao declarar Flora, de Patrícia Pillar, como a verdadeira bandida da história. Muita gente reclamou, mas o "pai" da vilã e da vítima Donatela, de Claudia Raia, está adorando toda essa reviravolta que provocou na trama e que fez a audiência subir. Prepare-se para muitas outras surpresas e revelações desse jovem e talentoso escritor.

tititi - Quando você escolheu quem seria a assassina de A Favorita?
João Emanuel Carneiro - Logo que a novela entrou no ar. Optei pela Flora porque achei que seria mais instigante e justificaria toda a perseguição da Donatela. Ficaria muito óbvio se a Flora fosse inocente, já que passou 18 anos presa. Era fácil para o público gostar mais dela no início porque saiu da cadeia com o discurso de que foi presa injustamente... E a Donatela era aquela mocinha politicamente incorreta, que apesar de estar com a razão, cometia atitudes politicamente incorretas.

Antes da estréia da novela, entrevistei a Claudia e a Patrícia e ambas defendiam com unhas e dentes a inocência de suas personagens. Quando você contou a elas quem seria a assassina como reagiram?
Contei logo depois que decidi. Acho que criei um problemão para as duas e para mim também porque imaginava que seria xingado, odiado no lugar da Flora, até então a favorita do telespectador. Quanto a Patrícia e a Claudia, apesar de defenderem suas personagens, senti ambas muito entregues à história, à minha decisão. Foram superprofissionais e continuaram a defender os papéis com muita garra. Foi um segredo muito bem guardado. Aliás, contei para as duas e para o Ricardo Waddington (diretor). Dois meses depois da estréia, revelei também para o Ary (Fontoura, o Silveirinha). Até para a minha família, contei só para umas três pessoas. É o tipo de segredo que não dá para espalhar (risos).

Você sabe que muita gente ficou brava com você por causa da Flora ser a bandida, né?
Sei, mas meu desafio como escritor é desafiar as pessoas, é realmente trazer problemas para minha vida (risos). Acho que a motivação do público para continuar assistindo à novela é justamente o fato de ter sido provocado, desafiado, enganado e agredido pela Flora. Eu também fui (risos). Todo mundo vai querer ver o que vai acontecer com essa mulher e o que a Donatela, que foi presa injustamente, vai fazer para provar sua inocência e fazer justiça.

Flora vai se revelar talvez a mais terrível vilã de novelas de todos os tempos...
É... ela é terrível (risos). Após matar a Maíra (Juliana Paes) ainda vai aprontar muito... Nesse meio tempo insistirá em conquistar o carinho da Lara (Mariana Ximenes). Mas ela nunca vai gostar da Flora e nem considerá-la sua mãe.

Nós publicamos uma capa adiantando que o Zé Bob está marcado para morrer. Você confirma?
O Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) é a bola da vez, ele corre um sério perigo!

E a Cilene?
Só posso dizer que a Cilene (Elizangela) tem muitos segredos.

E o que dá para antecipar sobre a Donatela?
Além de fugitiva da polícia, ela fica pobre. Acredito que isso atrairá a simpatia do público para ela. Descobri que as pessoas não aceitam uma heroína rica. Até minha empregada se revoltou quando ficou sabendo que a Donatela tinha 22 milhões de dólares na conta bancária. Se eu soubesse disto antes teria colocado só 2 milhões, não tinha exagerado tanto na fortuna da Donatela. Mas ela vai perder tudo (risos).

É, mas ela vai ter um belo romance com o Augusto César (José Mayer)...
É verdade!

Pessoalmente, adoro a Donatela, mas ela é uma mocinha bem atípica, não?
Eu queria, mesmo, uma mocinha fora dos padrões. Todo mundo reclama das mocinhas chorosas, água-com-açúcar, mas quando coloco uma diferente, o público também reclama. A Donatela também tem um elemento muito provocador que é o fato de não ser filha de sangue, mas ser a preferida do pai da Flora, que a adotou. Na vida real se vê muito disso, laços de amor mais fortes que os de sangue, mas na ficção isso não é aceito. É curioso...

Você mudou ou antecipou tramas em função de audiência?
De jeito nenhum. Já estava tudo programado. Em agosto eu tinha planejado revelar a assassina. Se você observar minhas outras duas novelas anteriores, constata que elas tiveram essa virada, esse recomeço dois meses depois do início. Da Cor do Pecado (2004) foi a partir da descoberta do avô, feito por Lima Duarte, que tinha um neto. E em Cobras e Lagartos (2006), a partir da ascensão do Foguinho, personagem de Lázaro Ramos. Gosto dessas viradas até para me estimular, porque oito meses de novela é um tempo muito longo. Gosto de subverter a ordem das coisas, de desafios.

Como você avalia o elenco de A Favorita?
Acertamos a mão com ele. Muitos actores me surpreenderam, e posso citar a Gisele Fróes (Lorena), não conhecia o trabalho dela, mas é uma atriz muito boa. Aliás, ela vai descobrir o caso do marido com a irmã (a Cida, feita por Cláudia Ohana, que, aliás, é irmã de João Emanuel), mas vai manter o casamento. Eu gosto muito dela e do Chico Diaz enquanto casal.

E aí, no final você pretende unir os personagens da Glória e do Tarcísio?
Pretendo. Eles vão ter um romance, um amor na terceira idade e darão muito trabalho para o Gonçalo (Mauro Mendonça) e a Iolanda (Susana Faini) (risos).


06
Set 08

É hoje às 23:45 que Donatela será presa! Quando ela estiver a tentar fugir do país, no aeroporto tudo dá certo até que Amelinha e Átila chegam lá para tirar fotos de uma celebridade e Amelinha reconhece Donatela depois de uma criança puxar a peruca loira que esta usava! Amelinha chama a polícia e Donatela é levada para um presídio como suspeita da morte de Salvatore! Enquanto isso, Flora e Silveirinha comemoram...


05
Ago 08

De Marcio Magalhães Ribeiro
"Já era de se esperar pela grande cena do ator Nelson Xavier, tdo li estava perfeito até mesmo o exagero da intepretação de Debora Seco. Nota 1000 para o ator a cena e para a novela "A Favorita"."

De Antina
"Realmente a cena foi o máximo, super real o atropelamento e o Nelson Xavier dispensa comentários.
E pra completar a cena que passou ontem da filha dele, a Greice, correndo desesperado quando viu o corpo do pai, também foi emocionante e valeu uma nota 10 para a atriz!!!"

De Maria Cecilia Sa Peixoto
"Nelson esteve ótimo como Edivaldo. A cena do atropelamento foi um desfecho brilhante para uma performance irretocável. A notar a diferença de atuação entre as duas filhas de Edivaldo/Nelson, Céu/Secco e Greice/Roberta Gualda. Uma, a atriz inventada, que apenas performa, a outra, a absoluta entrega à personagem, o olhar que diz tudo, o grito visceral."

De Rodolfo Costa dos Santos
"A performance de Nelson Xavier foi incomparável! E o que dizer de Deborah Secco? Esteve simplesmente perfeita! Incrível como a atuação desses atores foi capaz de me prender durante toda a cena, tive até a impressão de estar ali, presente, degustando cada fala e emoção. Sensacional! "A favorita" é mesmo imbatível! Parabéns, Rede Globo!"

TV GLOBO / Renato Rocha Miranda

De LucianFreudrs
"Finalmente a audiência de a Favorita cresceu, em reconhecimento ao excelente trabaho da equipe. A audiência de Mutantes deve cair mais, pois a história se perdeu, e hoje é uma colcha de retalhos de refêrecias Pop, alías, seguindo a tendência da Record, um amalgamado de cópias de outros canais, principalmente a Globo.

De Rafael Teixeira
"Se a Flora for a vilã, a Donatela tinha motivos de sobra pra fazer oq fez. E as coisas que a Flora vem fazendo? Num contam não? Donatela TEM q ser a mocinha da novela,o contrário não teria graça."

De Rodolfo Costa dos Santos
"Já conhecia o trabalho do ator Fabrício Boliveira desde “Sinhá Moça”, quando este foi intérprete do personagem ‘Bastião’. Confesso que no início de “A Favorita” não achava o seu personagem (Diduzinho) capaz de convencer - o rapaz era submisso, sem personalidade frente ao pai (Romildo Rosa), interpretado pelo brilhante Milton Gonçalves. Porém, desde a sua desistência política e, conseqüente aproximação da personagem de Christine Fernandes (Rita), essa realidade parece ter mudado definitivamente. Gosto de ver quando ‘Diduzinho’ se impõe e demonstra ao pai que está verdadeiramente disposto a mudar. Fabrício Boliveira tem cedido ao seu personagem um frescor incomparável. Parabéns!"

De Maria José Bove
"O ator é excepcional... está fazendo com muito realismo.. as recaídas são normais, se isto vier a acontecer... E atuando do lado de Milton, Cristiane e Thais está fabuloso, a altura dos outros que são espetaculares...

De Lupebe
"Va em frente! Vc é um ator e tanto. E charmosissimo. Queria eu ter um Didu na minha vida. O autor deve aprofundar o romance com a Rita. Estao batendo um bolao. Parabens, Fabricio!"

De Jorge Luiz Carneiro de Araujo
"Merecidíssima a nota 10 para Roberta Gualda. Eu só pude assistir ao capítulo ontem e tanto a cena do atropelamento, como a interpretação da atriz foi sensacional. A seguência das cenas também foram belíssimas (me refiro a cena do enterro e a expulsão da Sol de casa). Aliás, que novela é essa?????????? A cada cena, um show de interpretações. Texto primorosos, imagens belíssimas, enquadramentos perfeitos e trilha sonora impecável. Todos os envolvidos estão de parabéns. E que venha a 2ª fase!!!!!!"

De André Henrique Lopes Martins
"É muito bom saber que o casamento de Átila (Chico Diaz) e Lorena (Gisele Fróes) será preservado. O sensível texto de João Emanuel Carneiro e a brilhante atuação dos atores fez dos personagens os mais carismáticos e próximos do público. São gente como a gente."

Cometários tirados de http://oglobo.globo.com/cultura/kogut/


03
Ago 08

Átila diz a Cida que não consegue parar de pensar nela. Copola vê quando Átila tenta dar um beijo em Cida. Elias faz discurso na casa de Copola, a quem agradece o apoio. Cassiano vai visitar Céu. Céu conta que Edivaldo precisa pagar três mil reais senão serão despejados. Rita recebe muitas flores de Didu. Dulce reclama que está com rinite por causa das flores. Dodi pede que Donatela o perdoe. Zé Bob chega. Donatela se recusa a conversar com Zé Bob. Augusto e Elias discutem sobre a paternidade de Shiva. Zé Bob descobre que Flora e Donatela formavam uma dupla sertaneja. Cassiano comenta com Lara sobre uma família que está precisando de ajuda. Lara se prontifica a ajudar. Silveirinha e Flora jantam juntos. Zé Bob e Maíra pesquisam e descobrem que Flora matou o marido de Donatela. Zé Bob comenta com Maíra que Flora lhe garantiu que não havia matado ninguém e que era perseguida exatamente pela culpada. Maíra conclui que a pessoa a quem Flora se referiu só pode ser Donatela. Lara faz as malas e diz a Irene que vai morar com Donatela. Irene diz que Lara está cometendo o maior erro de sua vida. Lara rebate que Flora fez a cabeça de Irene. Lara se despede de Gonçalo e Irene. Gonçalo acusa Irene de ter despedaçado a família.


28
Jul 08

A caminhoneira Cida (Cláudia Ohana) entrou na novela "A Favorita", da Globo, guardando um segredo. De volta à sua casa, ela foi recebida com entusiasmo pelo pai, Copola (Tarcísio Meira), mas sua mãe, Iolanda (Suzana Faini), não escondeu a revolta com a sua chegada.

Ela teve uma recepção ríspida por conta de seu passado: Cida teve um caso com Átila (Chico Diaz), marido de sua irmã Lorena (Gisele Fróes).

Ao se encontrarem, Átila pergunta para a ex se ainda gosta dele e diz que não consegue parar de pensar nela. Em um sarau na casa de Copola, tenta beijá-la e o anfitrião observa tudo.

Nesta reunião, Leonardo (Jackson Antunes) dá em cima de Cida e tem uma discussão com Átila por ciúmes. Antes de ir à casa do sogro, Léo proíbe a esposa, Catarina (Lilia Cabral), de frequentar o sarau na casa do pai.

 

Na vida real
Assim como na novela, o drama que Cida, Átila e Lorena vivem também acontece na vida real. “Conheço casos assim, que o marido separou e ficou com a irmã. É uma situação muito complicada”, diz Claudia Ohana.

Mas a actriz tem uma explicação para isso: “Na verdade, todo mundo gosta do que é proibido, isso nós sabemos. Se não fosse uma paixão proibida, talvez não tivesse graça”.

Chico Diaz se considera um homem racional e com pé no chão. Para ele, é preciso calma diante de um assunto como esse. “Nessa idade, não dá para fazer as coisas sem pensar nas conseqüências. Quando existe um casamento sólido, um filho, tem muita coisa em jogo”, explica o actor.

Mas para Gisele Fróes, quando acontece uma paixão daquelas, não existe regra. “No caso do Átila, pelo caráter dele, acredito que ele não vá fazer nenhuma loucura. Mas existem homens que chutam o balde na vida real e largam tudo para viver uma paixão, é uma situação difícil”, opina Gisele.

Para Chico Diaz não é fácil interpretar um homem divido entre duas mulheres, é preciso um bom trabalho de actor. “Para mim, foi uma surpresa esse amor antigo pela Cida, porque o Átila possuía o perfil de um ótimo marido e, de repente, tudo mudou. Está sendo um exercício de actor muito grande, já que ele começou com uma imagem e agora está mudando e preciso acompanhar isso. A chegada de Cida reascendeu esse fogo adormecido, mas acho que ele ama a Lorena”, diz o actor.

Claudia Ohana defende sua personagem: “Existe sim uma atração muito forte entre eles, mas a Cida está rejeitando, porque sabe do laço que existe na família. Ela não quer ser culpada pela destruição do casamento da irmã e vai resistir o máximo que puder. E espero que ela resista mesmo, pois estou com medo das pessoas ficarem com raiva da Cida (risos)” brinca a actriz.

Gisele Fróes considera que ser enganada é o pior. Para ela, a verdade sempre é a melhor solução. “Eu torço para que a Lorena descubra logo, mas não faço a menor idéia de como ela reagiria, porque apesar de ela ser uma mulher pé no chão, o ser humano é imprevisível, ainda mais quando se trata de relacionamento amoroso”, conclui a actriz.Título da Matéria


Músicas


pesquisar neste blog
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O elenco
Visitas
Enquete
Resultado da 1ª enquete: Quem está falando a verdade? Donatela 66% | Flora 34% | 228 votos Resultado da 2ª enquete: Halley ama Lara de verdade? Sim 50% | Não 22% | Nem ele sabe 28% | 208 votos Resultados da 3ª enquete: Com quem Cassiano deve ficar? Alícia 40% | Lara 38% | Céu 27% | 244 votos Resultados da 4ª enquete: Qual dos vilões deve morrer? Flora 51% | Os três 21% | Dodi 18% | Silveirinha 10% | 312 votos Resultados da 5ª enquete: Catarina fica com... Vanderlei 43% | Stela 41% | Sozinha 15% | Leo 1% | 130 votos
Links



That's So Raven Blogando! Assece Já!
subscrever feeds
blogs SAPO